Homem corta e rouba cabelo de evangélica em ônibus de GO

Um homem cortou e roubou o cabelo de uma evangélica de 24 anos dentro de um ônibus no Terminal do Novo Mundo, em Goiânia, na quarta feira.

Uma mulher evangélica de 24 anos teve o cabelo cortado e levado por ladrões na tarde de quinta-feira (19) no terminal de ônibus do bairro Jardim Novo Mundo, em Goiânia. Segundo o delegado José Carlos Bezerra da Silva, que registrou o caso no 19º Distrito Policial da cidade, a mulher é evangélica e “tinha um cabelo longo e virgem”.

Ele acredita que o objetivo dos criminosos é vender o cabelo cortado. “O quilo do cabelo virgem, sem produto químico, vale muito aqui”, disse o delegado. O cabelo é denominado virgem quando natural, que nunca sofreu alteração química ou tinturas.

Conforme Silva, a mulher percebeu a aproximação de um homem no terminal de ônibus, mas acreditou que a intenção do ladrão era roubar a sua bolsa e, por isso, puxou-a para frente do corpo.
“Nesta hora o cabelo, que era longo, abaixo da cintura, ficou desprotegido”, afirmou o delegado.
“Estou na Polícia Civil de Goiás há 20 anos e é a primeira vez que veja uma ocorrência assim”, acrescenta Silva. O delegado diz que o boletim de ocorrência foi feito porque a evangélica precisava “dar uma satisfação para o pastor”.

Os longos cabelos foram cortados com um estilete. A polícia investiga o caso e ainda não tem suspeitos.

Para cópia deste conteúdo, é obrigatória a publicação integral do texto e a divulgação do link www.amigodecristo.com
Terra

17 COMENTÁRIOS

  1. Não tenho religião, mas não sou ateu, mas posso falar uma coisa, Deus estava com ela naquela hora, ele podia ter passado o estilete no pescoço dela. E cabelo cresce, apesar de que num cabelo feminino jamais se deve tocar.\/.

  2. Não tenho religião, mas não sou ateu, mas posso falar uma coisa, Deus estava com ela naquela hora, ele podia ter passado o estilete no pescoço dela. E cabelo cresce, apesar de que num cabelo feminino jamais se deve tocar.\/.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui