Mulher morre durante um culto em igreja evangélica

Mulher morre durante um culto em igreja evangélica

‘O Pastor omitiu ajuda. Começou a orar achando que ela estava com algum espírito e acreditou que orando poderia salvá-la’, diz membro da Igreja em Joinvile

Mulher morre durante um culto em igreja evangélica

A morte de uma mulher de 34 anos dentro de uma igreja no Costa e Silva, em Joinville, deixou os familiares revoltados com a falta de socorro na hora do acidente. Mirian R. Cardoso tinha problemas no coração, usava marcapasso e morreu depois de ter uma parada cardíaca.

A família alega que o pastor, ao invés de pedir ajuda, ficou orando. No fim da tarde desta terça-feira, os familiares fizeram um boletim de ocorrência contra a igreja para que esse tipo de tragédia não ocorra com outras pessoas.

— Queremos que se tenha cuidado com os fiéis para evitar uma outra morte — diz o cunhado dela Nelson Schwalpe, 39 anos.

Mirian R. Cardoso morava no Costa e Silva e era frequentadora dos cultos. Na noite de segunda, ela, a irmã e a mãe foram até a igreja, mas já no final, por volta das 21 horas, Mirian passou mal e caiu no chão. Nelson revela que o pastor, ao invés de chamar socorro, ficou orando para que ela melhorasse.

— Ele omitiu ajuda. Começou a orar achando que ela estava com algum espírito e acreditou que orando poderia salvá-la.

O Samu foi chamado, conseguiu reanimá-la, mas ela teve outra parada cardíaca e acabou morrendo. Mirian será enterrada nesta quarta, às 9 horas, no Cemitério Municipal.

O pastor foi procurado até as 19 horas, mas não foi encontrado.
Com informações Clic RBS / Diário Catarinense

COMPARTILHAR