Violência na Assembleia de Deus em São José dos Campos

A Igreja Assembleia de Deus, na rua Conselheiro Rodrigues Alves, no centro de São José dos Campos, foi invadida às 14h deste sábado por um grupo de oito pessoas armadas, que causaram bastante tumulto em frente ao templo.

Eles quebraram a porta da entrada (de vidro) e teriam agredido os fiéis que se opuseram à invasão. Quatro pessoas sofreram lesões leves e registraram boletim de ocorrência.
“Eu estava conversando com os irmãos quando os elementos armados entraram gritando: ‘Perdeu, perdeu! Vocês vão ter que sair da igreja’” – revelou o advogado Renato Alves de Souza, 42 anos.
O grupo liderado pelo antigo pastor, Antônio Sellare, estaria reivindicando o poder da igreja, ao qual teria renunciado em 2009, segundo o advogado Georges Salim Assad Júnior.
Assad representa o atual pastor da igreja, Samuel Câmara, que mora em Belém do Pará e vem a São José para presidir cultos semanais.

“Ele [o pastor Antônio Sellare] quer voltar para a igreja, apoiado por apenas 11 pastores, sendo que a igreja tem 500. Amanhã [hoje] faremos uma nova assembleia para que os fieis estabeleçam uma diretoria provisória, conforme manda o estatuto da igreja”, disse.
Outro lado

O pastor Sellare preside uma junta de pastores que julgou supostas irregularidades que teriam sido cometidas durante a gestão de Câmara, que deveria estar afastado da igreja.

De acordo com Sellare, o atual pastor está sendo processado por lavagem de dinheiro. “O estatuto da igreja diz que se o pastor estiver envolvido em operações que venham denegrir a instituição deve ser tirada uma junta de pastores e evangelistas do ministério para que os atos sejam julgados”, explicou.

Ainda segundo o pastor, “a justiça autorizou a junta a tomar posse, ainda que seja necessário o arrombamento”.

Ele admitiu ter contratado escolta armada para fazer a sua proteção porque ele estaria sendo ameaçado de morte por fiéis favoráveis à Câmara.

Sellare não admitiu as agressões. “Quando eu cheguei a porta já estava aberta”, disse.
Mais

Na semana passada os fiéis se recusaram a cumprir a determinação da justiça e um novo tumulto foi armado.
A questão envolve troca de acusações mútuas entre os dois grupos rivais. Segundo o pastor Raimundo Coelho Amaral, 42 anos, Sellare teria deixado um rombo de R$ 3 milhões nos cofres da igreja.
“Agora que o pastor Câmara pagou essa dívida eles querem retomar a igreja”, disse.
O advogado Georges Assad Júnior disse que a junta formada por Sellare não encontra respaldo no estatuto.
“É um artifício para ele voltar ao poder. A convocação dos membros não foi idônea porque não houve assembleia. Queremos que os fieis definam a nova junta, e é isso que vai acontecer amanhã”.

Fonte: O Vale /
Visite: Amigo De Cristo, Videos Amigo De Cristo

10 COMENTÁRIOS

  1. Que vergonha porque estes bando de Mercenário que invadiram a igreja quebrando patrimônio que foi consagrado a Deus, não invade os presidio para pregar a palavra de Deus ou sai as ruas para levar a palavra do senhor, mais eles querem só mordomia vam trabalhar bando de hipócritas que Deus nos livra desses lobos devora dor de ovelhas.

  2. Que VERGONHA E TRISTEZA PARA Deus tantas coisas que acontecem com os chamados "crentes", o dia do juízo é vindo e eu aconselho que peça perdão e consertem, pois a verdaderia igreja é sem mácula e nem rugas, e vcs estão brignado por um espaço que é o templo, QUER FAZER A OBRA DE DEUS? vai por asilo, orfanato, penitenciárias, hospitais lá sim que é lugar de brigar com o "CAPETA". prá quer brigar por um espaço físico? a verdadeira igreja sai prá fora e não fica dentro brigando por lideranças demoníacas e nem se envolve com negócios de ímpios!!!!!


  3. Amados irmãos em Cristo Sérgio e Moisés, faço de vossas palavras, minhas palavras, eu poderia acrescentar minha opinião na própria matéria, mas não quero ser parcial, pois a última matéria que postei sobre essa ignomínia, alguns irmãos levaram para o lado pessoal usando dois pesos e duas medidas para comigo, e fui obrigado fortalecer os fatos em uma suma fidedigna.

    Dizer o que mais sobre isso? Vamos estar em oração por este membro do Corpo de Cristo, que se encontra com o diviso em seu caminho, para que Deus possas estar agindo diretamente, as vezes meus irmãs é preciso que as coisas piorem para melhorar, e tenho para comigo que tudo isso que esta acontencedo lá não está encoberto sobre os olhos do Senhor.
    Paz e obrigado pela participação!

  4. Onde chegamos… brigam pelo o poder, ver se "eles" brigam para pregar o evangelho no interior do sertão nordestino, onde não há membros, consequentemente não tem dinheiro para enriquecer-los as custas do evangelho. não se escandalize, É A VOLTA DE JESUS QUE ESTÁ PROXIMA. MARANATA! Moises jacob, natal-rnhttp://cristaonosdiasdehoje.blogspot.com/

  5. É muito triste todo esse episódio. De um lado, vemos um pastor que RENUNCIOU ao seu pastorado e deixou um rombo de 3 milhões de reais. De outro, o sucessor, acusado de lavagem de dinheiro e má administração. Para "reparar" o erro, cometem-se mais erros ainda, tais sejam:

    1 – A formação de uma junta sem a convocação oficial da assembléia geral;
    2 – O uso dos tribunais para retomar o poder pela força;
    3 – A invasão do templo, com atos de vandalismo e desordem;
    4 – A incapacidade dos próprios membros resolverem a questão;
    5 – A convocação tardia da assembléia geral, por força das cisrcunstâncias. Mas o pior de tudo, é a exposição do evangelho ao ridículo e ao escárneo, como se já não bastasse o engajamento mundano na política e a conseqüente corrupçao que disso advém. Lamentável. Enquanto isso ocorre, o Sr. Samuel Câmara desliza entre as nuvens, à bordo de seu confortável avião, longe dos problemas da Igreja, onde comparece apenas para o desempenho de suas funções de pregador. Os problemas não precisam mais serem levados ao trono da graça, pois disso os seus advogados se encarregam. Não de levá-os ao trono da graça, evidentemente, mas sim, de utilizar as brechas e arreganhos da lei, para "afastar com a barriga" as pendengas judiciais, até que sejam esquecidas ou venham a prescrever.
    Mas, e a Bíblia? Ora, data vênia, vade mecum, ad-infinitum, vade retro!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui