Íris Abravanel Tenho Fé e creio na misericórdia de Deus

Íris Abravanel Tenho Fé e creio na misericórdia de Deus
Íris Abravanel Tenho Fé e creio na misericórdia de Deus

Íris Abravanel Tenho Fé e creio na misericórdia de Deus A novelista Íris Abravanel, esposa do empresário Silvio Santos, certamente não imaginava, algumas semanas atrás, que o lançamento de seu livro de crônicas – Recados Disfarçados, pela Companhia Editora Nacional – levaria mais de duas centenas de pessoas à FNAC do bairro de Pinheiros, em São Paulo, em uma tarde chuvosa de terça-feira.

Tamanha adesão de público era atribuída à expectativa de que seu marido comparecesse ao evento. Desde que as fraudes em seu banco, o Panamericano, tornaram-se públicas, Silvio Santos tem seus passos acompanhados por jornalistas onde quer que vá. Não apareceu, mas sua ausência não evitou que Íris e suas filhas, Daniela, Patrícia e Renata, além da enteada Cíntia, fossem questionadas sobre a realidade da família após a dívida de 2,5 bilhões de reais assumida pelo apresentador junto ao Fundo Garantidor de Crédito (FGC) para cobrir o rombo no banco.
Questionada sobre o futuro do grupo, Íris foi evasiva. “Tenho e creio na misericórdia de Deus em todas as situações. Não podemos nos desesperar com as dificuldades. Precisamos manter a sobriedade”, disse a novelista, que é evangélica.
Suas filhas também recuaram diante de questionamentos sobre o futuro do grupo. “Hoje o dia é da minha mãe. Vim aqui para prestigiá-la e não para falar de outros assuntos”, afirmou Patrícia Abravanel Carrasco, que dirige a empresa de cosméticos Jequiti, pertencente ao grupo empresarial do pai. Daniela Beyruti, a filha que preside o SBT, afirmou que as coisas estão caminhando e que sua gestão continua sendo um aprendizado.
“Mas não vou comentar sobre nada além do livro da minha mãe. É o momento dela”, disse. A única que se dispôs a dar declarações direcionadas ao problema de gestão que a família enfrenta – incluindo a possibilidade de demissão de todos os familiares que trabalham nas empresas do grupo,com exceção do SBT – foi Cíntia Abravanel, a primogênita do apresentador e enteada de Íris. Cíntia comanda o Centro Cultural Silvio Santos, que patrocina projetos culturais e obras teatrais. “No Centro continua tudo igual. Que eu tenha conhecimento, nada mudou”, afirmou a herdeira.
Ao evento, compareceram em peso os artistas da casa, amontoando-se em uma grande e demorada fila, com seus livros a tiracolo – todo esse esforço era para obter uma dedicatória de esposa do ‘patrão’. As três filhas de Íris (ficou faltando apenas Rebeca Abravanel) permaneceram juntas durante todo o evento, sendo exaustivamente saudadas por todos os funcionários da emissora – inclusive executivos do SBT e do Grupo Silvio Santos – como se as conhecessem desde que nasceram. Um ambiente familiar que, em outras épocas, denotaria a existência de uma grande confiança mútua.

Fonte: Veja

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui