Jimmy Carter ajuda na libertação de cristão

Jimmy Carter ajuda na libertação de cristão preso na Croeia do Norte
Jimmy Carter ajuda na libertação de cristão preso na Croeia do Norte

O ex-Presidente americano, Jimmy Carter, teve uma particiapação efetiva em ajudar na libertação do cristão americano que ficou preso por sete meses na Coreia do Norte.

Segundo informações do instituto, The Carter Center, Aijalon Mahli Gomes, ganhou anistia pelo líder da Coréia do Norte Kim Jong-II, depois de ter sido sentenciado por 8 anos de trabalho pesado por entrar de maneira ilegal no país.

“Eles realmente estão emocionados e gratos ao Presidente Carter,” disse Thaleia Schlesinger, porta-voz da família, ao The Boston Globe.

O Departamento de Estado, o qual falhou anteriormente, neste mês, para libertar Gomes, também deu boas vindas às notícias da libertação.

“Nós apreciamos o esforço humanitário do ex-Presidente Carter e damos boas vindas à decisão da Coréia do Norte de conceder ao Sr. Gomes anistia especial e permitir que ele retornasse aos Estados Unidos,” disse o porta-voz do departamento, Philip J. Crowley na quinta-feira.

A viagem foi uma missão humanitária e privada da The Carter Center, que está empenhado em avançar os direitos humanos na Coreia do Norte. Carter viajou à convite da Coréia do Norte. “O governo norte-americano não pretendeu ou não preparou a viagem,” disse Crowley.

“Com base em nossa avaliação de que a saúde do Sr. Gomes estava em sério risco se não recebesse cuidados imediatos nos Estados Unidos, o governo dos EUA concordou com a decisão do ex-Presidente Carter em aceitar a proposta da Coréia do Norte,” disse Crowley.

No ano passado, o ex-Presidente dos EUA, Bill Clinton, voou para Pyongyang para libertar dois jornalistas norte-americanos, Euna Lee e Laura Ling, da Current TV, que foram condenados à prisão depois de terem entrado ilegalmente na Coréia do Norte.

Fonte: The Christian Post

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui