Pastor que ‘bate a meta’ na Igreja Universal, ganha viagem internacional

Novos vídeos que documentam encontros da cúpula da Igreja Universal revelam que foi estabelecido um prêmio, uma viagem internacional, aos sete pastores que mais arrecadassem dízimos dos seus fiéis

Pastor que 'bate a meta' na Igreja Universal, ganha viagem internacional
Pastor que ‘bate a meta’ na Igreja Universal, ganha viagem internacional

Novos vídeos que documentam encontros da cúpula da Igreja Universal revelam que foi estabelecido um prêmio, uma viagem internacional, aos sete pastores que mais arrecadassem dízimos dos seus fiéis.

As imagens demonstram a pressão exercida sobre os pastores para que aumentem a coleta de recursos. São videoconferências comandadas em 2008 pelo bispo Romualdo Panceiro, atual “número dois” na hierarquia e apontado pelo líder Edir Macedo como seu sucessor.

Da sede da igreja em São Paulo, Panceiro se conectava com os principais pastores e bispos da Universal no Brasil e no exterior. Uma das gravações ocorreu em meio à campanha pela qual a igreja mais arrecada, a “Fogueira Santa”. Panceiro orientou os pastores a “não limitar” o valor do dízimo, mas “estipular”.

“O pastor pega uma quantidade de envelope, 20. E pega aí, uma pessoa com dez [mil reais], ou duas. O pastor pede aí duas pessoas, ou três, com R$ 5.000. E depois o pastor vai, como se diz, vai abaixando. Entendeu? E depois que chegar a R$ 20 ou R$ 10, diga assim: ‘O que você tem para colocar?'”, ensinou.

Os sete pastores que tivessem “maior crescimento”, anunciou Panceiro, ganhariam viagem de três ou quatro dias a Israel.

Da sede da igreja em São Paulo, Panceiro se conectava com os principais pastores e bispos da Universal, no Brasil e no exterior, veja:

 

COMPARTILHAR