Silas Malafaia no Programa do Ratinho debate sobre PLC 122 e homofobia

Silas Malafaia no Programa do Ratinho debate sobre PLC 122 e homofobia
Silas Malafaia no Programa do Ratinho debate sobre PLC 122 e homofobia

O programa foi ao ar ontem, com transmissão ao vivo diretamente do estado de São Paulo, no grande complexo de estúdios do SBT, localizado à rodovia Anhanguera, altura do quilômetro 18. O IBOPE do programa acusou estar em segundo e de terceiro lugar na praça paulista enquanto o debate era travado.

Parte 1: Ex-Deputada federal Iara Bernardi entra no estúdio, faz argumentações preliminares. Reportagem externa do repórter Ney Inácio explica o que representa o PL, entrevista o Pr. Dilmo dos Santos (ministério CONAMAD), militantes de ONG pró-homossexualismo e transeuntes num reduto de gays próximo da Praça da República. Silas entra, presenteia o apresentador Carlos Massa, o Ratinho, e sua assistente de palco com livro e Bíblia de Estudo. Em sua palavra preliminar diz que o PL 122/2006 deveria se chamar Lei do Privilégio. Ele recebe ovações da platéia.



Parte 2: Pastor Silas diz que homossexualismo é questão comportamental, ninguém nasce gay, aponta ao campo científico da Biologia, para a ordem cromossômica, que nos informa haver apenas macho e fêmea. Iara Bernardi diz que pessoas homossexuais não pedem para nascer gays, sem contestar a informação da ordem cromossômica, alega que o PL 122/2006 não afronta religiões e que o projeto visa coibir a população de externar preconceito. Silas denuncia que o PL 122/2006 foi posto para aprovação dos Senadores sem que eles soubessem, que os Militantes Gays agiram de maneira antiética e sorrateira numa madrugada do Senado Federal.

Parte 3: Iara: “O pastor está nervoso?” Silas: “quero informar que o meu temperamento não está em debate”. Malafaia cita Senadores que nã o são evangélicos e são contra o PL 122/2006. Iara Bernardes cita dados numéricos de assassinatos de gays, sem credibilidade, que já contestados em outros fóruns. Silas chama o PL 122/2006 de bobagem, diz que o brasileiro realmente discriminado é o jovem e o pobre. Nas considerações finais, o apresentador Ratinho brinca e diz torcer para que Malafaia continue só como pastor evangélico, porque se não for assim tomará o lugar dele. Risos.

via: belverede.blogspot.com

14 COMENTÁRIOS

  1. Já são passados nove (9) meses deste lamentável debate no Programa do Ratinho. Todavia o assunto é recorrente; até porque, o Projeto (P) de Lei (L) da Câmara (C) de número 122, ainda não foi definitivamente aprovado e atualmente tramita no Senado.
    Quando digo lamentável debate, a crítica vai diretamente à direção do pastor Silas Malafaia, cuja atuação foi tremendamente reprovável na maneira desrespeitosa, agressiva e até ofensiva como ele se dirige àquele com quem debate (não só neste) e principalmente no referir-se às pessoas do universo do assunto discutido. O mais lamentável ainda, no meu entender, é o fato de ser ele o principal agente da polarização deste assunto versus religião ─ que diz respeito a todos nós seres humanos evangélicos ou não e homossexuais ou não ─, quando de maneira incisiva e ofensiva; tem se posicionado contra esta Lei usando indevidamente argumentos bíblicos, os quais, do ponto de vista teológico ─ ele deveria entender isto ─, porquanto a partir do ministério do Senhor Jesus (era da graça) há a total separação entre religião e o Estado. Coisa essa que não poderia vir de quem conhece Teologia e se diz servo do nosso Senhor Jesus Cristo… Nenhuma Lei que o Estado venha propor, e o Legislativo votar; nunca deverá ter contestação quando ferir preceitos bíblicos, e sim por ser inconstitucional, ferir direitos dos cidadãos (religiosos ou não), por ser antiética ou contra a moral e bons-costumes ─ se este elenco tangenciar ou se ajustar a preceitos bíblicos, isto só deverá ser contestado em conseqüência, por exemplo: o preceito constitucional de liberdade de culto.
    P. S. Embora este meu comentário tenha características veementes de contestação, não é esta a minha abordagem inconseqüente e sem objetivo nobre. Senão, peço a todos os que visitam este Blog, em particular este assunto, que também visitem os meus atuais sete Blogs ─ clicar no link perfil do autor e a lista aparecerá ─, tendo maior atenção para O QUE É O PLC 122 OU A LEI DITA HOMOFÓBICA? Endereço ─ http://www.verdaderespeitoejustica.Blogspot.com , que é exatamente sobre este assunto… Sobre este meu Blog e o erro lingüístico HOMOFOBIA versus o pastor Silas Malafaia, ele seria o último a merecer ser chamado de homofônico, porque fobia (grego, φόβος), significa medo no sentido de fugir ─ quem é homofônico tem medo e não agride ou ofende… Ler meu Blog sobre o assunto.

    Atenciosamente
    JORGE VIDAL

  2. Assallamu alleikum pastor silas malafaia continue sendo assim defendendo as escrituras sagradas precisamos combater o mal que assola nossa sociedade e nossas familias parabens continue assim porque precisamos de homens que tenham coragem e carater que naõ tenham medo de si expor em uma sociedade capitalista e encredula….Um abraço e assallamu alleikum

  3. como o pr silas falou! Ai Ratinho se todas a emissoras fizesse como você,abri-se as portas para mostrar para a sociedade o que está nessa Lei….Ela realmente vem para destruir o conceito familia,,,,vergonhosa constrangedora,etcc….estamos no fim dos tempos mesmo irmão mas não devemos ficar de braços cruzados engolindo tudo…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui