Profecia de pastor sobre a queda de Dilma Rousseff

Em um "Ato Profético Pastor decretou a queda de Dilma Rousseff" e das raízes do PT no Brasil

0
Profecia de pastor sobre a queda de Dilma Rousseff
Profecia de pastor sobre a queda de Dilma Rousseff

Profecia de pastor sobre a queda de Dilma Rousseff – Às vésperas de completar um ano, a profecia liberada pelo pastor “Joel Engel”, declarando a queda da ex-presidente Dilma Rousseff, durante a Escola Profética 2015 na cidade de Santa Maria, se cumpriu de acordo com o artigo publicado hoje, no Portal Guiame.

“Eu quero dizer para a Dilma: assim como você rejeitou o embaixador de Israel, o Senhor Deus está te rejeitando agora e tirando de ti o poder que te foi dado, porque benditos aqueles que abençoarem Israel e malditos aqueles que amaldiçoarem Israel”, disse o profeta.

Em um “Ato Profético Ele decretou a queda de Dilma Rousseff” e das raízes do PT no Brasil quando, durante uma de suas ministrações, foi interrompido pelo Pastor Marcos, diretor do Portal Guiame, que trazia a notícia de que a então presidente havia rejeitado o Embaixador de Israel novamente, causando um constrangimento diplomático e estremecendo a relação entre os países.

Diante dessa situação recorrente e embaraçosa o Profeta parou sua ministração e, extremamente tocado por Deus, fez um ato profético, cortando as raízes do PT e determinando a queda do seu reino, o que aos olhos humanos parecia ser interminável e imbatível. O profeta convidou todos os pastores presentes para levantarem as suas mãos e darem sete voltas, profetizando a queda da corrupção e de um sistema que rejeitava a terra do Messias. A partir daquele momento as estruturas do partido começaram a ruir e a vergonha de seus integrantes começou a ser exposta diante do mundo inteiro.

Muitos foram presos, outros ainda enfrentam processos e hoje, dia 31 de agosto de 2016 o plenário do Senado aprovou, por 61 votos favoráveis e 20 contrários, o impeachment de Dilma Rousseff. A presidenta afastada foi condenada sob a acusação de ter cometido crimes de responsabilidade fiscal – as chamadas “pedaladas fiscais” no Plano Safra e os decretos que geraram gastos sem autorização do Congresso Nacional.

O Profeta Joel já é conhecido por orar e ungir governantes e autoridades públicas das cidades por onde passa ministrando, dentro e fora do país. Desde o início do seu Ministério esta característica tem sido uma marca cada vez mais reconhecida e respeitada. Atendendo aos comandos do Senhor, ele já ungiu candidatos, antes mesmo de assumirem o posto, assim como o profeta Samuel ungiu Davi para ser o rei de Israel. Pregou para muitos, que acabaram se convertendo e entregando o governo da sua vida, a cidade ou estado para Jesus. Foi o que aconteceu em Marabá, no Sudoeste do Paraná. Ao orar e fazer um ato profético na Câmara, os vereadores assinaram uma lei, determinando que Jesus passaria a ser o governador daquela cidade.

Em contrapartida, Joel Engel já teve que entregar sentenças de queda e derrota para aqueles que rejeitaram o poderio de Cristo e perseguiam a Igreja em seus territórios. “Essa foi a ordem que recebi do Senhor. Sempre que eu prego para um político, falo sobre o livro de Daniel, nos capítulos 4 e 5, e aconselho aos governantes a receberem o conselho do profeta para que não sejam sentenciados e retirados do poder”, falou o Apóstolo sobre esse chamado tão difícil, mas importante para os rumos da nação.

Dilma Rousseff é cassada pelo Senado e perde mandato

Foi o que aconteceu com a atual ex-presidenta Dilma. Foram feitas várias tentativas com amor e respeito por parte do profeta Joel, através de mensagens, artigos e pedidos para que ela recebesse os pastores e parasse de perseguir os judeus e a nação israelense. Infelizmente os pedidos não foram ouvidos. Por isso, o profeta declarou que da próxima vez em que Dilma se levantasse contra Israel ou contra seu embaixador, Deus iria tirar a mão e a proteção que estava sobre o seu governo.

“Em 2015 tive a oportunidade de me encontrar com uma assessora direta da presidenta na Escola Profética que aconteceu em Campinas (SP), onde fomos ministrados pelo Pastor Benny Hinn. Eu pedi que ela falasse com a Dilma para que ela não rejeitasse o governo de Israel, pois isso precederia a sua queda. Com certeza a presidente Dilma não ouviu meu conselho, assim também como nunca recebeu os pastores, nem muito menos honrou a Cristo em seu governo. Depois de todas as tentativas, a presidenta continuou rejeitando embaixador Israel, o que prejudicou muito o nosso trabalho e a nossa imagem perante àquela nação”, explicou o profeta sobre o que o levou a proclamar a queda do governo petista.

Veja o vídeo da profecia liberada na Escola Profética 2015.

E estendeu o Senhor a sua mão, e tocou-me na boca; e disse-me o Senhor: Eis que ponho as minhas palavras na tua boca; Olha, ponho-te neste dia sobre as nações, e sobre os reinos, para arrancares, e para derrubares, e para destruíres, e para arruinares; e também para edificares e para plantares. (Jeremias 1:9,10) – Joel Engel

Deixe uma resposta