O que Deus quer de mim?

Mas o que você quer de Deus?

0
O que Deus quer de mim?
O que Deus quer de mim?

O que Deus quer de mim? O que Deus quer de você? O que Deus quer de nós? São três perguntas distintas com varias respostas simples e fácil de encontrá-las.

Mas o que você quer de Deus?

Tenho certeza que talvez os seus desejos e sonhos não seja os mesmos que os meus, mas aposto que muitos deles se identificam.

Mas antes de objetarmos quaisquer que seja nossa vontade, vamos primeiro descobrir o que Deus quer de nós, por que assim como temos nossos sonhos, Deus também tem sonhos e propósitos para cada um de nós.

No evangelho de Mateus encontramos: Mt 5:48 “sede perfeitos, assim como Vosso Pai é perfeito”.

Perfeição é a experiência da busca de um relacionamento cada vez mais verdadeiro com Deus; relacionamento contínuo e fiel, acima de tudo. Assim, Ele mesmo nos alimenta com perdão, amor, novas chances, mil chances e o Seu Espírito Santo. Quem se isenta desta meta, provavelmente precisa conhecer melhor quem Deus é.

Deus quer de nós em primeiro lugar é sua posição de Pai em nossas vidas, é o amor de um filho para com o Pai, e quando o Pai é perfeito e o filho tem o orgulho de se espelhar nele, e fazer tudo conforme o Pai o faz.

Não estou enfatizando que Deus tem preferência na afiliação, como o filho preferido é o perfeitinho, não! Não é desse tipo de pai que a bíblia me mostra que Deus é.

O amor de Deus transcende e vai além do que possamos imaginar, ele nos amou primeiro!

Tendo a certeza que Deus é Pai, não nos desfalecemos em revelar a elE os nossos sonhos e desejos, e assim também como em não perder as oportunidades de compreender os porquês de algumas vezes não sermos atendidos, nem tudo que desejamos ou sonhamos é a coisa certa para nós, Deus como um bom Pai sabe muito bem do que precisamos e do que nos é necessário :

(Salmos 44:21) – Porventura não esquadrinhará Deus isso? Pois ele sabe os segredos do coração.

“Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graça. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus.”

Conclusão : Vamos revisar nossas prioridades e tornar nossos objetivos os objetivos de Deus. Vamos procurar agradá-lo da forma como ele QUER ser agradado. Vamos nos empenhar para sermos praticantes da sua justiça, sendo amáveis ministros da mensagem em humildade.

Graça e paz a todos, no amor de Cristo
R.Falbo

Deixe uma resposta