Brasil é apontado como segundo maior país cristão

Brasil é apontado como segundo maior país cristão
Brasil é apontado como segundo maior país cristão

O Brasil é apontado como segundo maior país cristão, os dados foram levantados por uma pesquisa da (Pew Research Center).

Apontado na lista dos maiores países cristãos do planeta, o Brasil com aproximadamente 175 milhões de cristãos (católicos, evangélicos etc), atrás apenas dos Estados Unidos, com 246 milhões, e à frente do México, terceiro colocado, com 107 milhões.

Esses dados foram apresentados em um relatório do instituto de pesquisa Pew Research Center, e mostra uma predominância entre as duas maiores tradições cristãs do planeta: catolicismo e protestantismo.

Atualmente, o planeta possui 31,7% de sua população – 7 bilhões de pessoas – professando a fé cristã, o que a torna a principal religião, com 2,18 bilhões de seguidores.

De acordo com o Pew Research, as principais tradições cristãs são a católica, com 51,4% dos fiéis; os evangélicos, 36% (sendo que a maioria segue a linha pentecostal); e os ortodoxos, que somam 12,6%.

A partir dos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a pesquisa constatou que o catolicismo ainda é predominante no Brasil, que forma a maior população católica do mundo, com aproximadamente 133 milhões de fiéis.

A tradição católica, no entanto, vem perdendo fiéis no Brasil ao longo das últimas sete décadas. Em 1940, 95,5% da população era adepta do catolicismo, enquanto 30 anos depois, em 1970, esse número havia sofrido uma tímida redução, passando a 91,8%, contra 3,7% de evangélicos.

Nos anos 1980, os católicos eram 90%, e 20 anos depois, na primeira década do novo milênio, a redução constatada em duas décadas foi significativa, com os fiéis da Igreja Católica Apostólica Romana somando 73,6% da população, enquanto os evangélicos eram 15,4%.

Em 2010, o IBGE registrou um significativo aumento de evangélicos, com relação ao Censo de 2000, com 60% de aumento do número de pessoas filiadas às denominações evangélicas. O salto foi de 15,4% para 22,21%, contra 64,6% de católicos.

O Pew destaca que os 6,8% percentuais representou, em número de pessoas, um salto de 26,2 milhões de evangélicos para 42 milhões, formado em sua maioria por pentecostais (60%), seguidos de protestantes missionários (18,5%) e 21,8% de tradições diversas, incluindo os neopentecostais.

A maior percentagem de católicos no Brasil, por estado, está no Piauí, com 85,1%, enquanto a maior concentração percentual de evangélicos está em Rondônia, com 33,8% da população local.

FONTEGospel Mais
COMPARTILHAR