Ricardo Oliveira o Pastor goleador leva 18 jogadores do Santos para a igreja

Pastor goleador do Santos Ricardo Oliveira, leva 18 jogadores do Santos para a igreja

Ricardo Oliveira o Pastor goleador leva 18 jogadores do Santos para a igreja
Ricardo Oliveira o Pastor goleador leva 18 jogadores do Santos para a igreja

Ricardo Oliveira, que atua como atacante atualmente pelo Santos, vem se destacando profissionalmente como o pastor goleador, com 19 gols marcados no Campeonato Brasileiro e 33 na temporada de 2015.

Aos 35 anos, o craque já afirmou que ao pendurar as chuteiras, vai seguir o seu chamado como pastor, foi o que revelou seu empresário em entrevista.

O empresário de Ricardo Oliveira, Augusto Castro, afirmou recentemente que 18 atletas do Santos Futebol Clube frequentam os cultos que o atacante promove em sua casa, em um dos condomínios de alto padrão da cidade de Santana de Parnaíba (SP).

“Ele já dá cultos há pelo menos oito anos e é isso que lhe faz se sentir bem, além de jogar futebol. Por isso, definiu que a vida de pastor será seu projeto de vida depois de parar. Hoje, 18 jogadores do elenco do Santos participam das reuniões que o Ricardo organiza”, afirmou Castro, em entrevista ao jornal Diário de S. Paulo.

O empresário reforçou ainda que Oliveira ainda não tem certeza de quando vai deixar de jogar profissionalmente, mas já sabe que seguirá se dedicando ao ministério pastoral: “O Ricardo decidiu que será pastor evangélico”, contou.

Na maioria das vezes, os cultos, semanais, são realizados na casa do atacante, e os colegas de clube sobem a serra rumo à cidade vizinha a Barueri para ouvirem as pregações de Ricardo Oliveira.

Ao longo de 2015, Ricardo Oliveira já expôs sua fé de diversas formas, orou por um morador de rua e o ajudou a entrar para uma clínica de recuperação, além de ter levado dois colegas de clube, Thiago Maia e Geuvânio, às águas batismais.

Além desses dois, os jogadores Lucas Lima, Marquinhos Gabriel, Zeca, Daniel Guedes e Léo Citadini são alguns dos jogadores que frequentam os cultos na casa de Ricardo Oliveira.

COMPARTILHAR