Missionária americana é assassinada no Haiti

Missionária salvou dezenas de crianças da fome foi assassinada no Haiti

0
Missionária americana é assassinada no Haiti
Missionária americana é assassinada no Haiti

Uma missionária americana que ajudou a salvar, dezenas crianças da fome no Haiti, foi assassinda a tiros no último sábado (10), enquanto um de seus filhos, que estava viajando com ela, foi sequestrado.

Roberta Edwards, de 55 anos, que era integrante da The Estes Church of Christ, em Henderson, Tennessee (EUA), foi baleada e uma criança de 4 anos de idade foi raptada, segundo a NBC News.

Em um comunicado divulgado pela igreja no último domingo (11), testemunhas relataram que “o carro de Roberta foi parado por um outro veículo, que intencionalmente bloqueou seu caminho. Pistoleiros armados saíram do veículo e dispararam contra o carro de Roberta, matando assim a missionária”.

A igreja disse que Roberta era administradora e “mãe” na Casa de Crianças Sonlight, em Porto Príncipe, onde dezenas de crianças receberam assistência social ao longo dos últimos anos. Ela também dirigiu um centro de nutrição que alimenta 160 crianças, com duas refeições por dia, cinco dias por semana, além de financiar os estudos delas. No dia de sua morte, ela estava prestando cuidados a 20 crianças em sua casa.

“Roberta era uma luz para a comunidade e dedicada a trazer esperança aos desesperados. Ela sabia que trabalhava em um ambiente perigoso, mas havia se comprometido a cuidar das crianças no Haiti, apesar desses riscos”, observou a igreja em sua declaração.

“Roberta recebeu sua recompensa por sua dedicação ao serviço do Senhor no Haiti. Ela fará falta no Haiti para seus filhos, para a comunidade e os amigos. Ela vai fazer falta aqui nos Estados Unidos como um encorajamento e inspiração para todos nós. A nossa intenção é honrar sua memória, continuando a batalha contra Satanás no Haiti e avançando na obra do Reino de Deus”, acrescentou.

O professor Bobbie Solley, amigo da missionária, esteve no Haiti em razão de um trabalho evangelístico quando Roberta foi assassinada.

“Ela era uma mulher fabulosa. Sua única preocupação era com as crianças do Haiti e os filhos que estavam sob os cuidados dela”, disse Solley ao ‘The Jackson Sun’.

Ele contou que foi acordado com a notícia do assassinato e que um dos três garotos que estavam viajando com ela estava desaparecido.

“Dois dos rapazes ficaram longe dos atiradores e correram para ajudar”, disse Solley. “Um menino de 4 anos de idade foi levado. Nós não ouvimos uma palavra sobre ele ainda”.

A porta-voz do Departamento de Estado Katy Bondy confirmou a morte de Roberta Edwards a emissora NBC News e afirmou que as autoridades norte-americanas estavam fornecendo assistência consular a família da missionária.

Deixe uma resposta