Igrejas domésticas mudam a vida de Cristãos na Tunísia

Cristãos podem viver o evangelho e compartilhar suas experiências

1
Igrejas domésticas mudam a vida de Cristãos na Tunísia
Igrejas domésticas mudam a vida de Cristãos na Tunísia

Muitos cristãos recém convetidos convertidos ao cristianismo na Tunísia, se mostraram muito felizes com as novas experiências em uma igreja doméstica. Durante uma visita da equipe da Portas Abertas à Tunísia, Adel* e seu irmão,  Eles estão recebendo o apoio de um pastor que mora longe, cerca de três horas de distância, mas mesmo assim sentem-se bem acolhidos.

A igreja doméstica é um resultado direto do Programa de Discipulado Talmatha, que a Portas Abertas oferece na África do Norte. Adel, que vem de uma pequena vila, fala um pouco com a equipe: “Eu sou aberto sobre a questão de ser um cristão em meu país. Às vezes, as pessoas me perguntam por que eu não vou para uma mesquita ou porque não faço as orações islâmicas como todos os demais. Mas eu só consigo entender o que a Bíblia diz, e estou feliz com os outros cristãos que eu conheço. Deus me deu essa família e Deus me deu um pastor”.

Adel explica que não tem problemas quanto às reuniões e os cultos realizados na cidade onde se encontra com os demais membros da igreja: “Nós podemos viver a nossa fé aqui. Já na aldeia onde eu moro, não temos a mesma liberdade. O único problema para os jovens desta cidade é o trabalho. Nós não conseguimos encontrar nenhum, às vezes trabalhamos um ou dois dias por semana, mas não é o suficiente para nos mantermos”, diz ele.

Segundo Adel, muitos homens planejam abrir empresas e oferecer trabalhos para estes jovens. Enquanto isso, eles lutam para manter em dia o aluguel e as contas de água e luz. E ele sonha em voz alta: “Poderíamos abrir um restaurante, mas ainda não é o momento certo. Mas temos certeza de que Deus providenciará melhores condições para todos nós, e no tempo dele”.

*Nome alterado por motivos de segurança.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta