Grupo terrorista ataca ônibus e mata 28 Cristão no Quênia

1
Grupo terrorista ataca ônibus e mata 28 Cristão no Quênia
Grupo terrorista ataca ônibus e mata 28 Cristão no Quênia

Grupo terrorista ataca ônibus e mata 28 Cristão no Quênia. Um grupo de terroristas do Al-Shabab executaram a tiros 28 cristãos que viajavam de ônibus no Quênia.

Segundo testemunhas, só foram poupados os passageiros que se declararam muçulmanos e que recitavam versos do Alcorão, o livro sagrado do Islã.

O massacre foi perto da fronteira com a Somália e seria uma retaliação a confrontos entre a polícia e extremistas islâmicos em mesquistas no início da semana. O Quênia vem sendo alvo de atentados do Al-Shabab desde 2011.

Segundo declarações à AFP do chefe da polícia do departamento de Mandera, Noah Mwavinda, os criminosos pararam o ônibus, o levaram para longe da estrada e executaram os passageiros não muçulmanos.

cristãos mortos em ataque a ônibus no Quenia
Cristãos mortos em ataque a ônibus no Quênia

“Havia cerca de 60 passageiros no ônibus (…) os milicianos armaram uma emboscada a 8 km da saída de Mandera, uma cidade fronteiriça com a Somália”, relatou o policial.

A Cruz Vermelha do Quênia confirmou no Twitter o balanço de vítimas.

O ônibus, que se dirigia a Nairóbi, saiu de Mandera por volta das 05h45 locais (23h45 de Brasília). Quando o veículo foi parado, os criminosos obrigaram os passageiros a desembarcar e separaram os muçulmanos dos não muçulmanos.

Depois entraram no ônibus com as pessoas que não eram muçulmanas e tentaram ir embora, mas o veículo não funcionou. “Então executaram seus prisioneiros”, disse o chefe da polícia. Os criminosos fugiram em direção à Somália.

Segundo um funcionário da polícia, as forças de segurança seguem buscando alguns dos passageiros que estão desaparecidos.

Desde que o Quênia enviou suas tropas para lutar contra os islamitas shebab no sul da Somália, em outubro de 2011, o país sofreu diversos ataques deste grupo, em especial nas regiões próximas à fronteira somali.

Abdulahi Abdirahman, um membro da assembleia departamental de Mandera, acusou o governo de Nairóbi de ignorar o apelo das autoridades locais para reforçar a presença militar na zona próxima à fronteira.

“Pedimos ao governo que mantenha a segurança” nesta estrada, “mas ele não nos escuta e hoje assistimos a um massacre que podia ter sido evitado”, declarou.

O ataque coincide com o fechamento por parte da polícia na segunda-feira de quatro mesquitas de Mombaça, a segunda cidade do Quênia, situada em uma região majoritariamente muçulmana deste país com 80% de cristãos.

Veja também:

Governo do Quênia proíbe registro de novas Igrejas Evangélicas

As autoridades consideram que as quatro mesquitas (Musa, Sakina, Minaa e Swafaa), no centro da cidade, estavam sob controle de pregadores radicais relacionados com os shebab e serviam para preparar atentados.

A polícia disse ter encontrado granadas, armas e coquetéis molotov, além de instruções para cometer atentados.

A polícia deteve 300 pessoas durante a operação, muito criticada pela sociedade civil local, que considera que exacerba as tensões com os jovens muçulmanos radicais.

Na noite de segunda-feira, após o fechamento das mesquitas de Musa e Sakina, vários jovens atacaram com facas os habitantes de Mombaça e mataram quatro pessoas.

O ataque mais grave dos islamitas shebab ocorreu em setembro de 2013 quando um comando atacou um centro comercial em Nairóbi e provocou a morte de 67 pessoas.

O Al Shabab, que em 2012 anunciou sua adesão formal à Al Qaeda e luta para instaurar um estado islâmico de ramo wahhabista na Somália, foi incluído em março de 2008 na lista de organizações consideradas terroristas pelo governo americano.*Com informações da EFE e AFP. 

1 COMENTÁRIO

  1. Na minha opinião é um absurdo isto acontecer
    nos Países la fora onde não se pode prega a boa
    palavras do Sr;Deus e falando da salvação que está
    só no Sr;Jesus Cristo se não acredita confira na
    Santa Palavras do Senhor que está na Biblia que o
    Senhor tenha misericórdia das pessoas que matão
    as pessoas que fazem o bem falando do Sr;Jesus Cristo a mem.

Deixe uma resposta