Pastor é condenado por duas semanas de prisão por barulho durante cultos

3
Pastor é condenado por duas semanas de prisão por barulho durante cultos
Pastor é condenado por duas semanas de prisão por barulho durante cultos

Pastor é condenado por duas semanas de prisão por barulho durante cultos. Um pastor nos EUA foi condenado e preso por conta do barulho excessivo durante os cultos realizados na igreja liderada por ele. O Pr.  Johnnie Clark (foto) teria violado a legislação da cidade sobre ruídos por mais de 50 vezes antes que a Justiça determinasse sua prisão.

Clark é líder da Rehoboth United Assemblies Church, em Columbia, capital da Carolina do Norte (EUA) e foi alvo de reclamações de um vizinho, incomodado com o som alto durante os cultos da igreja.

As queixas deram origem a um processo contra a denominação, e o júri condenou o pastor a duas semanas de prisão por conta da amplificação de som de forma ilegal.

“Eu não posso acreditar! Um tempo na prisão por servir a Deus… o que vem a seguir?”, questionou a esposa do pastor, Harriet Clark, em entrevista à emissora WLTX.

A batalha entre a igreja e os vizinhos se arrastou por mais de dois anos, e além da condenação do pastor, o juiz do caso determinou que a igreja não poderá usar equipamentos de som, como microfones, e instrumentos de percussão, como bateria, entre as 20h00 e as 08h00.

“Cabe aos vizinhos dizer o que é irritante ou um incômodo para eles”, afirmou um dos membros da igreja, Thomas Borders, de 20 anos. “Bem, você pode ter problemas diversos com seus vizinhos e reclamar, mas nada é feito, mas quando se trata de adorar a Deus agora é um problema”, acrescentou o jovem, que discorda da condenação do pastor à prisão.

Os líderes da igreja argumentam que o prédio em que a igreja está instalada já existia antes das casas vizinhas serem construídas, e que a congregação não deve ser punida. O pastor Johnnie Clark afirmou que a única solução seria instalar um tratamento acústico que impeça o som de sair do templo, mas lembrou que essa medida custa caro.

Com informações: Gospel Mais

3 COMENTÁRIOS

  1. incrivel como sao as pessoas quando se trata de uma merda de funk altto ate altas horas d a noite de musicas imunda e sem letras niguem reclama mas quando se trata de culto na igreja ai incomoda e tudo pelo amor de DEUS vamos nos cooncientizar

  2. O meu direito vai até a fronteira do direito do outro. Não posso violar essa fronteira. Essa atitude. desse pastor, foi uma agressão aos seus vizinhos e mais, faltou amor no seu coração, faltou Deus nas suas atitudes. (José Lucena)

    O pior é que ainda tem quem diga que esse pastor desmiolado foi preso por servir a Deus. Ele foi preso na verdade por ser baderneiro, violador dos direitos dos outros. Foi bem merecida essa prisão. Deus é ordem e decencia, nãp é perturbação da vida alheia. (Jose Lucena)

  3. O pior é que ainda tem quem diga que esse pastor desmiolado foi preso por servir a Deus. Ele foi preso na verdade por ser baderneiro, violador dos direitos dos outros. Foi bem merecida essa prisão. Deus é ordem e decencia, nãp é perturbação da vida alheia. (Jose Lucena)

Deixe uma resposta