Igreja presbiteriana dos EUA autoriza Pastores celebrar casamento gay

7
Igreja presbiteriana dos EUA autoriza Pastores celebrar casamento gay
Igreja presbiteriana dos EUA autoriza Pastores celebrar casamento gay

A Igreja presbiteriana dos EUA decidiu autorizar a realização de casamentos entre homossexuais, um gesto saudado nesta sexta-feira como “histórico” pelas associações que defendem esse direito.

A Assembleia Geral desta Igreja, que conta com 1,9 milhão de fiéis, aprovou na quinta-feira uma “recomendação” que deixa aos oficiantes a liberdade para celebrar “qualquer matrimônio que o Espírito Santo os convide a celebrar” nos estados do país onde a união entre gays é legal.

Outra recomendação muda os termos do livro de ofício, segundo a qual, a partir de agora, o “casamento implica um compromisso único entre duas pessoas”.

“Cristo morreu para que pudéssemos estar reconciliados”, afirma o comunicado.

A Igreja presbiteriana americana (PCUSA), integrada por 10.000 congregações, é uma Igreja protestante de origem escocesa.

Existem outras Igreja presbiterianas nos Estados Unidos, menores, que não celebram o casamento gay.

A Human Rights Campaign (HRC), que luta a favor da igualdade no casamento, saudou como histórica a decisão e indicou que os fiéis sabem agora que “sua religião não os afasta dela e sim dá um passo gigante para ser acolhedora para todos”.

Outras Igreja protestantes autorizam o casamento gay em suas fileiras, de acordo com cada estado,m nos quais deixam que os pastores decidam o que fazer, como a Igreja luterana evangélica, a Igreja episcopal americana e os metodistas.

No entanto, na véspera, milhares de pessoas, contrariadas pelo apoio cada vez mais marcado nos Estados Unidos ao casamento gay, se manifestaram em Washington a favor do matrimônio tradicional.

Os manifestantes da segunda “Marcha pelo Casamento” têm o objetivo de expressar “uma mensagem simples e clara: o casamento é a união de um homem e uma mulher”, afirmou Brian Brown, presidente da Organização Nacional para o Casamento. A organização se diz apartidária.

“O casamento deve ser protegido porque as crianças precisam cada vez mais de um pai e uma mãe”, afirmou Brown.

Durante a manifestação, foi enviada uma manifestação ao presidente Barack Obama e ao Congresso expressando que “ninguém tem o direito de redefinir o casamento”.

Em junho de 2013, Suprema Corte invalidou a Lei de Defesa do Casamento, que definia o matrimônio como a união entre um homem e uma mulher.

Atualmente, 19 dos 50 estados americanos e a capital do país, Washington, autorizam os casamentos de pessoas do mesmo sexo, que contam com o apoio de 55% dos cidadãos, segundo pesquisa Gallup publicado há um mês.

Informações: AFP

7 COMENTÁRIOS

  1. se esperarmos tudo desse mundo somos os mais miseráveis dos homens,A visão é Cristo tudo é Cristo e nos seres humanos somos e seremos sempre falhos por isso o foco é Cristo Jesus.

  2. Igreja Anglicana da Inglaterra pode nomear o primeiro bispo gay.

    O homossexualismo não é doença, e na Bíblia ele é descrito como até mais do que um pecado: é uma perversão e abominação diante de Deus. Não sou eu quem afirma isso, mas o mesmo livro que você tem aí com você e costuma ler. Veja bem que estou me referindo à prática, não à pessoa do homossexual. Deus ama cada pessoa, independente de como ela seja, mas não ama práticas que são contrárias à Sua própria natureza. É importante que você entenda isto, pois a primeira reação que temos contra Deus é a de tentarmos nos defender de algo que Ele condena, achando que não somos amados. O testemunho abaixo é de alguém que conheceu este amor:

    “Espero que você compreenda que não importa o quão longe você tenha ido em seu estilo de vida homosexual, nunca é tarde demais para mudar, nunca é tarde demais para voltar ao lar. Deus tem o poder de reformá-lo completamente em corpo, alma e espírito. Por causa do que Deus fez por mim, o velho Jerry Arteburn acabou. Ele se foi. E sou uma nova pessoa através do poder de Deus. Creio que você queira mudar. Espero que você sinta que deva mudar. Você precisa tentar. Existe um caminho melhor. Deus tem um plano melhor. Com a decisão de buscar a vontade de Deus para sua vida, ela pode ser uma vida com significado.” Jerry Arterburn, falecido em 13 de Junho de 1988 aos 38 anos, de AIDS.

    http://www.amigodecristo.com/2013/12/igreja-anglicana-da-inglaterra-pode-nomear-o-primeiro-bispo-gay.html

    A Bíblia está cheia de passagens condenando tal prática. Os homens de Sodoma queriam conhecer os anjos que se hospedaram na casa de Ló. Daí vem a palavra “sodomita” que é o homem que procura outro homem para possuí‑lo como a uma mulher. Tanto o que faz o papel de homem como o que faz o papel de mulher estão pecando e cometendo uma abominação:

    http://www.amigodecristo.com/2013/12/igreja-anglicana-da-inglaterra-pode-nomear-o-primeiro-bispo-gay.html

    “Não haverá prostituta dentre as filhas de Israel; nem haverá sodomita dentre os filhos de Israel. Não trarás o salário da prostituta nem preço de um sodomita à casa do SENHOR teu Deus por qualquer voto; porque ambos são igualmente abominação ao SENHOR teu Deus…. Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é… Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação” Dt 23.17; Lv 18:22; 20:13

Deixe uma resposta