Igrejas Cristãs continuam sendo fechadas no Irã

0

Igrejas Cristãs continuam sendo fechadas no Irã
Igrejas Cristãs continuam sendo fechadas no Irã

Igrejas Cristãs continuam sendo fechadas no Irã. – De acordo com Michael Wood da Portas Abertas EUA, no Irã esta em andamento o fechamento de igrejas cristãs em todo o país.

Mesmo após, os líderes internacionais elogiaram o Irã, no inicio desta semana depois de fechar um acordo para diminuição do seu programa nuclear. Os EUA e a UE (União Europeia) estão dispostos a aliviar algumas sanções econômicas contra o país, devido a este acordo firmado no ano passado.

 “É basicamente ilegal até mesmo ir a uma igreja” e acrescenta “Aqueles que tem ido a igreja, o governo tem registrado os seus nomes, endereços e são perseguidos”.

Os crentes começaram a se reunir em casas em vez de na igreja, mas mesmo assim não estão seguros, “Qualquer coisa que atrai grandes multidões para uma casa chama a atenção e é  investigado”, diz Wood. “Eu fiquei sabendo de um líder de igreja que esta incentivando os fiéis, de que quando estiverem em um café ou qualquer outro local, esteja compartilhando o que Deus esta fazendo em suas vidas, e assim testemunhando para uma pessoa após outra, assim fazendo se torna uma igreja.”

Wood diz que a situação tornou-se cada vez mais difícil para os crentes desde a última eleição presidencial. Mais pessoas estão vindo a Cristo, diz ele, e isso resulta em resistência e perseguição por parte do governo islâmico iraniano.

Pouco depois dos cristãos comemorarem o Natal,o governo proibiu as igrejas cristãs no Teerã de continuar pregando na língua Persa – Farsi – por ser a língua oficial do Irã. A Farsi era usada pelos lideres porque a grande maioria dos membros só entendiam o evangelho nesta língua. Esta restrição foi dada ao pastores para começar o processo de fechar as igrejas.

“[O governo] pensou que ao proibir as igrejas de falar a língua oficial do país os membros começariam a parar de ir nas igrejas, mas o efeito foi ao contrário, mais pessoas estão vindo para participar dos cultos de adoração”, mas disse Wood que quando os funcionários do governo percebeu esta reação, ordenou que fosse fechada todas as igrejas do país.

O governo xiita do Irã acredita que o cristianismo é uma ameaça, e qualquer muçulmano que se tornar seguidor de Jesus enfrenta a pena de morte. No entanto, “apesar da perseguição que está acontecendo é uma igreja em crescimento”, diz Wood.

Uma reação instintiva a este episódio triste que esta passando os cristão no Irã, é ORAR para que a perseguição pare. Mas Wood acrescenta: “A única maneira que você pode parar a perseguição é simplesmente compartilhar sua fé em Jesus Cristo. Em vez de pedir ao Senhor para proteger os crentes iranianos. Ore, mas ore para que Deus de força e perseverança aos crentes daquele país, pois alguns deles estão encarcerados e sob tortura por causa de sua fé. Ore para que mais muçulmanos venha descobrir a verdade do Evangelho salvífico do Senhor Jesus. Finaliza Wood.

Com informação Open Doors EUA / Inforgospel

Deixe uma resposta