Grupo radical islâmico matam mais de 20 pessoas em igreja na Nigéria

0
Grupo radical islâmico matam mais de 20 pessoas em igreja na Nigéria
Grupo radical islâmico matam mais de 20 pessoas em igreja na Nigéria

Grupo radical islâmico, munidos de armas de fogo e explosivos mataram 22 pessoas durante um culto religioso concorrido em um vilarejo no nordeste da Nigéria, disseram testemunhas nesta segunda-feira (27), em uma região onde o grupo radicais islâmico Boko Haram resiste a uma ofensiva militar.

Os agressores soltaram bombas e dispararam dentro da congregação da Igreja Católica do vilarejo de Waga Chakawa, no Estado de Adamawa, na manhã de domingo (26), antes de incendiar casas e fazer moradores de reféns durante um cerco de quatro horas, relataram as testemunhas.

O presidente Goodluck Jonathan vem sofrendo para deter o Boko Haram em áreas rurais remotas no nordeste do país, onde a seita realizou sua primeira insurreição em 2009.

A obscura seita, que busca impor a lei islâmica rígida em uma nação dividida em porções quase iguais entre cristãos e muçulmanos, já matou milhares de pessoas nos últimos quatro anos e meio, e é considerada o maior risco à segurança do maior exportador de petróleo e segunda maior economia da África, atrás somente da África do Sul.

Tradicionalmente, os alvos favoritos de seus combatentes têm sido forças de segurança, políticos que se opõem à seita e minorias cristãs no norte predominantemente muçulmano.

O porta-voz da diocese católica de Yola, padre Raymond Danbouye, confirmou que as 22 pessoas mortas no ataque foram enterradas nesta segunda-feira.

Militares e policiais não responderam aos pedidos de comentários, mas uma fonte do Exército confirmou o ataque, pedindo para não ser identificada por não estar autorizado a falar com a mídia.

Informações: G1/ Reuters

Deixe uma resposta