Arqueólogos descobrem Mosaico cristão de 1500 anos em Israel

1
Arqueólogos descobrem Mosaico cristão de 1500 anos em Israel
Arqueólogos descobrem Mosaico cristão de 1500 anos em Israel

Arqueólogos israelenses descobrem um mosaico de 1500 anos, desenterrado no chão do que, na época, foi uma igreja bizantina. O achado está na vila de Aluma, no sul de Israel, e começou a ser escavado há cerca de três meses.

O local foi descoberto durante uma escavação para uma obra. A antiga basílica tem 22 por 12 metros de área. Além do mosaico foram encontradas as bases de colunas de mármore que davam sustentação ao edifício.

Os desenhos do mosaico incluem vários animais, como zebra, girafa, flamingo, leopardo e coelho. Segundo o jornal israelense “Haaretz”, um dos desenhos representava também um ser humano, mas foi cuidadosamente destruído.

De acordo com Daniel Varga, o pesquisador que lidera a escavação, isso provavelmente se deve à ação de devotos que, na época do Império Bizantino, se opunham à representação de seres humanos dentro das igrejas.
Arqueólogos descobre Mosaico cristão de 1500 anos  em Israel
Não foi encontrada nenhuma inscrição que indicasse como se chamava o local na época em que a igreja estava de pé. Os arqueólogos acreditam que ela servia a diversas comunidades ao longo da estrada entre Ascalão e Jerusalém.

Com informações: G1

1 COMENTÁRIO

  1. O homem Jesus é um fato inquestionável pela arqueologia. Só o fato de existirem tantas descobertas arqueológicas datadas dentro do período refuta quaisquer duvidas. O mais incrível é que dentro deste período já havia devoção cristã, o que torna os argumentos dos céticos uma tentativa frustrada de negar as evidências do profeta e divino Nazareno, muito acima dos conceitos de Buda, Maomé ou quaisquer outro grandes nomes.

Deixe uma resposta