Bancada evangélica quer liderança em comissão de Marcos Feliciano

Bancada evangélica quer liderança em comissão de Marcos Feliciano
Bancada evangélica quer liderança em comissão de Marcos Feliciano

Os parlamentares, da bancada evangélica da Câmara dos Deputados querem manter o domínio na Comissão de Direitos Humanos, segundo informações do jornal Folha de S. Paulo.

Entusiasmados com a visibilidade gerada em torno do deputado Marco Feliciano (PSC-SP), membros da bancada já articulam quem poderá ser o novo presidente do colegiado, após a saída de Feliciano, anunciado na última semana.

A estratégia dos evangélicos é convencer os partidos a indicar o maior número de representantes da bancada religiosa para compor a comissão em fevereiro, quando os deputados voltam ao trabalho. A avaliação de integrantes da bancada é que a comissão poderá ser um palco importante para os evangélicos defenderem seus pontos de vista e conquistarem votos nas eleições do próximo ano.

Em 2013, mesmo sob forte ataque, Feliciano permaneceu no comando da comissão e promoveu debates sobre iniciativas polêmicas, como o projeto que autoriza psicólogos a oferecer tratamento a gays. Um dos nomes que circula na bancada para representar os religiosos é o do deputado Marcos Rogério (PDT-RO), alinhado com Feliciano.

Maior partido da Câmara, o PT marcou para o dia 3 de fevereiro uma reunião para definir o novo líder da bancada e as comissões que vai escolher para presidir em 2014. Comissões que garantam apoio a projetos de interesse da presidente Dilma Rousseff deverão receber prioridade.

As informações são portal Terra

COMPARTILHAR