Pastor que ora para o emagrecimento, diz não sou charlatão

0
Pastor que ora para o emagrecimento, diz não sou charlatão
Pastor que ora para o emagrecimento, diz não sou charlatão

O pastor, Cesar Peixoto da Igreja Cristo Verdade que Liberta, que ficou conhecido como  o pastor da,”Lipoaspiração divina” em entrevista diz que: “Eu não engano a fé do povo, e nem cobra pelo que faz, e afirma, “Não sou charlatão”.

As pessoas quando decidem emagrecer, muitas optam por dietas, remédios e até “entram na faca” para conseguirem ter o corpo ideal e mais saudável. Mas um pastor de Cariacica, na Grande Vitória, está revolucionando a ideia de que para perder peso é preciso fazer sacrifícios, a receita é acreditar no poder de Deus. O religioso César Peixoto, da Igreja Cristo Verdade que Liberta, disse que através de orações já fez pessoas perderem até 20 kg em poucos minutos.

Essa capacidade ele atribui a um “dom” que recebeu há vinte anos, e que com ele tem ajudado fiéis de várias igrejas evangélicas a se livrarem da obesidade. “Não tem como explicar um milagre, diz.

O procedimento é chamado de “emagrecimento instantâneo”, mas, no Espírito Santo, já está sendo conhecido popularmente por “lipoaspiração divina”. O culto, que é aberto a qualquer pessoa, faz parte das chamadas campanhas sobrenaturais. Ele começa com uma palestra, com a exibição de vídeos sobre a obesidade e os riscos para a saúde.

O pastor explicou que recomenda às pessoas que vistam roupas apertadas para ir à igreja nos dias de campanha, que permaneçam com o coração aberto e a fé constante. Algumas amarram uma fita apertada na barriga para que possam visualizar o emagrecimento da melhor forma, segundo o religioso.

pastor-da-lipoaspiraçao-divina-nao-sou-charlatao-2Peixoto contou que os fiéis que recebem a oração relatam que se sentem anestesiados e entram em um sono profundo, quando acordam já se sentem mais magros. Muitos se sentem a vontade para dar o testemunho do que sentiram e mostram as roupas mais folgadas. “A obesidade é uma doença que tem matado mais do que a Aids e atingido cada vez mais a população brasileira. Deus é o médico dos médicos, Ele tem o poder de curar todas as doenças, não se limita. Então por que ele não pode curar a obesidade? Na oração, peço para Deus controlar o apetite das pessoas e muitos depois me encontram e dizem ‘pastor, minha fome sumiu’. Além disso, quem emagrece não fica com pele sobrando, não fica flácido, é perfeito”, conta.

O pastor também relatou casos de pessoas que passaram por “cirurgias” durante as campanhas. “Tenho o conhecimento de que alguns estão acima do peso por outras questões de saúde, como problemas na tireoide e hipófise, mas já escutei o testemunho de fiéis que sentem como se tivessem passado por uma cirurgia nessas glândulas e ficam até com cicatriz. Depois disso elas melhoram também. Deus foi o cirurgião”, diz.

Campanhas sobrenaturais
As chamadas campanhas sobrenaturais do pastor César duram três noites. Na primeira acontecem as cirurgias divinas na hora, com cura para diversas enfermidades como gastrite, úlceras, doenças nos ossos, problemas respiratórios, entre outras. Na segunda, as orações são pela libertação dos vícios. “Podem comparecer pessoas viciadas em drogas, cigarro, bebidas alcoólicas. Pedimos aos fumantes que levem cigarros e que depois da minha oração deem uma tragada. É praticamente unânime, eles passam a sentir nojo do cigarros, sentem gosto ruim, vontade de vomitar, e depois largam o vício”.

A terceira noite é a do “emagrecimento espiritual”. Para participar das campanhas não é cobrado qualquer tipo de taxa, de acordo com o pastor. O religioso é convidado a ir em igrejas evangélicas de todo o Espírito Santo e até mesmo de fora do estado.

‘Não sou charlatão’
Peixoto explicou que percebeu o dom no ano de 1993, depois que fez 40 noites de oração em um monte no estado de Minas Gerais. Ele sempre subia na companhia de pessoas de sua congregação e ao final do período de fé, percebeu que esses companheiros começaram a ser beneficiados por suas preces. “Muitas pessoas acham que é um absurdo o que digo, mas é um dom que eu recebi. Já me chamaram de charlatão, mas eu não sou um charlatão, o poder de Deus passar por mim e as coisas realmente acontecem. Eu não engano a fé do povo, eu nem cobro pelo que faço. Meu trabalho não tem riscos, não tem cortes, não tem sangue”, diz.

Assista o vídeo do pastor esclarecendo as críticas sobre seu trabalho:

Informações: Inforgospel / G1/ES – TV Gazeta

Deixe uma resposta