Pastor Marcos Pereira é acusado por traficante de lavar dinheiro com dízimo

0
Pastor Marcos Pereira é acusado por traficante de lavar dinheiro com dízimo
Pastor Marcos Pereira é acusado por traficante de lavar dinheiro com dízimo

O pastor Marcos Pereira, líder da Assembleia de Deus dos Últimos Dias (ADUD),  que está preso por estupro, foi acusado de ser responsável por lavar o dinheiro da facção do tráfico comandada por Márcio dos Santos Nepomuceno, o Marcinho VP  no Complexo do Alemão.

O ex-gerente do tráfico do Complexo do Alemão Rodrigo Prudêncio Barbosa, 35 anos, que está preso em Bangu 9, no Rio de Janeiro, por tráfico de drogas. Segundo ele, o pastor Marcos, seria “homem de confiança” de VP e lavaria o dinheiro e a imagem dos traficantes.

“Pastor Marcos, que não é pastor, é homem de confiança do Marcinho com a sociedade, já matou pessoas com o Marcinho. Ele lava o dinheiro do Marcinho e está colocando todos os líderes de boca (de fumo) como santos. Assim, eles estão conseguindo mostrar para a sociedade que eles pararam com crime, tipo Isaias (do Borel) e Patrick (Salgado, que seriam chefes da facção)”, disse Barbosa em áudio obtido pela revista Veja e divulgado pela Rádio CBN.

O presidiário afirma que está sendo ameaçado de morte pela facção criminosa, e, por isso, resolveu contar detalhes sobre o funcionamento do crime organizado no Rio. Ele revelou como o dinheiro do tráfico de drogas, que arrecada R$ 3 milhões por semana somente no Complexo do Alemão, era lavado pelo pastor.

“Ele pega esse dinheiro, leva pra igreja. A igreja paga dízimo, é ali que o dinheiro vem sendo lavado. É dessa forma, através do dízimo, cultos, aquele dinheiro que entra do Marcinho é lavado dessa forma. O que é da igreja, imóveis, essas coisas, é dinheiro do Marcinho, mas não conseguem pegar porque está no nome da igreja”, disse o homem em entrevista no dia 10 de setembro.

Entenda o caso do pastor Marcos Pereira:

Com informações: Terra

Deixe uma resposta