Pastor nos EUA promove estudo bíblico em bar servindo cervejas

1
Pastor nos EUA promove estudo bíblico em bar servindo cervejas
Pastor nos EUA promove estudo bíblico em bar servindo cervejas

Pastor nos EUA promove estudo bíblico em bar servindo cerveja. O reverendo John Donnelly da “Christ Church Quaker Farms”, levantou recentemente uma questão sobre a relação do cristão com o consumo de bebidas alcoólicas ao promover um encontro para estudos bíblicos regado a cerveja, em um bar na rota 67 em Oxford, Connecticut.

De acordo com Donnelly, um monte de homens normalmente não vai até uma igreja participar de um estudo da Bíblia, mas eles estariam dispostos a ouvir sobre Jesus com uma cerveja gelada na mão.

Por causa dessa visão, o reverendo lançou o grupo “Beer, Bible and Brotherhood” (Cerveja, Bíblia e Fraternidade, em tradução livre). No primeiro encontro do grupo, ele reuniu 10 homens, que beberam cerveja enquanto ouviam sobre versículos bíblicos. A expectativa de Donnelly é reunir 50 homens no estudo.

De acordo com a Associated Press, o grupo organizado pelo pastor incitou um debate sobre o consumo de bebidas alcoólicas por cristãos.

– Geralmente, as atitudes permissivas sobre o álcool dentro de uma denominação evangélica ou na escola são encaradas por muitos evangélicos conservadores como um marco de declínio, talvez até mesmo de apostasia – afirmou Larry Eskridge, diretor adjunto do Instituto para o Estudo dos Evangélicos Americanos.

Eskridge ressaltou, porém, que hoje em dia, dentro da comunidade evangélica, muitos tendem a olhar para as instituições que criticam o uso de álcool como legalistas. O tema é causa de uma grande controversa entre diferentes grupos cristãos, enquanto uns afirmam que a proibição do consumo de álcool e uma atitude legalista, outros veem o consumo como uma porta de entrada para a apostasia, a imoralidade sexual e outras atitudes consideradas como pecado.

Você gostaria de participar de uma igreja onde o pastor promove estudo bíblico em bar, servindo cerveja?

Fonte: Gospel + / Charisma News

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta