Garoto pede para ser ‘as pernas de Deus’ para o irmão deficiente

0

Um garoto de 10 anos emocionou os Estados Unidos, na virada entre os meses de setembro e outubro deste ano (2013), pedindo um carrinho de corrida emprestado para ser as “pernas de Deus” de seu irmão mais velho Titus, de 11 anos, que tem paralisia cerebral.

Garoto pede para ser ‘as pernas de Deus’ para o irmão deficiente
Garoto pede para ser ‘as pernas de Deus’ para o irmão deficiente

Tobias Bass sonha em ser pastor. Ele enviou uma carta para uma emissora televisiva local – News 9, KWTV, afiliada do canal CBS. O caso aconteceu no estado de Oklahoma, inspirado pelo trabalho de Craig Groeschel, da LifeChurch.tv

O texto, escrito a mão e contendo três páginas, contava: “Meu irmão de 11 anos tem paralisia cerebral, é surdo e perdeu seu estômago no ano passado. Ele chora quando vê crianças brincando na rua, porque quer participar. Minha mãe é professora e não pode pagar um carrinho ideal para participarmos de uma corrida”.

A família vive em Oklahoma City, na porção central dos Estados Unidos (EUA). As palavras de Tobias foram inspiradas pelo pastor Craig Groeschel, da LifeChurch.tv, que comentou em reportagem do Today.com: “Tobias é um dos meus ‘filhos’ favoritos ” Tenho a honra de conhecê-lo e à sua família ” Ele já está fazendo uma grande diferença na vida de muitas pessoas e estou confiante de que assim vai continuar”.

Um dos trechos da carta que mais chamaram atenção do público citava justamente o pastor: “Ele [Craig] disse que temos que ser mãos e pés de Deus, mas eu vou ficar com as pernas”. A criança ainda se voluntariou para ser as “pernas” de outros necessitados.

Tobias Bass conseguiu seu objetivo: o carrinho para seu irmão Titus foi doado pela ABLE Tech e eles participaram juntos de uma corrida de 5 quilômetros no dia 27 de setembro. O objeto custa entre US$ 300 e US$ 600 (cerca de R$ 1 mil).

Contessa Hubbard-Bass, mãe de Titus e Tobias, refletiu: “Essa corrida foi o céu”, sobre o filho que sonha em ser pastor comentou: “Seu espírito enche os espaços e preenche os cantos“.

Com informações: The Christian Post

Deixe uma resposta