Cristão interrompe celebração de casamento gay nos EUA e protesta ‘Isso não é de Deus’

Cristão interrompe celebração de casamento gay nos EUA e protesta 'Isso não é de Deus'
Cristão interrompe celebração de casamento gay nos EUA e protesta ‘Isso não é de Deus’

Cristão, interrompe cerimônia de celebração de casamento coletiva GAY, nos Estados Unidos, realizada na cidade de Newark, capital do estado de Nova Jersey,  o religioso presente na cerimônia, declarou que era contra esse tipo de união: ‘Isso não é de Deus’.

A celebração foi realizada pelo prefeito da cidade, Cory Booker, que oficializou a união de sete casais homossexuais e dois heterossexuais.

O protesto do cristão Mark, ocorreu no momento da tradicional pergunta sobre eventuais posturas contrárias à união, o religioso se colocou em pé e declarou: “Isso é ilegal aos olhos de Deus”, e continuou, “A Bíblia diz que” aquele que se deitar com um homem como ele faz com uma mulher, é uma abominação aos olhos do Senhor “o cristão, de 24 anos de idade, identificado como Mark de Rouville, que logos após se opor, foi retirado do local pelos seguranças.

Prefeito: Cory Booker
Prefeito: Cory Booker

O prefeito Booker declarou que ele não tinha ouvido “qualquer razão substancial” pelo protestante, e deu continuidade nas cerimônias.

Posteriormente, Booker afirmou que aquela cerimônia de casamento era um dos “momentos mais mágicos” que ele já havia vivido, de acordo com informações do site NJ.com.

A celebração de casamentos entre pessoas do mesmo sexo no estado norte-americano de New Jersey passou a ser reconhecida esta semana, e as objeções a esse tipo de união tem sido registradas em diversas cidades, com ações na Justiça.

Com informações: Gosel+ / theguardian

COMPARTILHAR