Publicado:02/08/2013 - às:9:35
Rede Globo | Por Amigo De Cristo

Debate do Pastor Silas malafaia no programa Na Moral

Debate do Pastor Silas malafaia no programa Na Moral

Debate do Pastor Silas malafaia no programa Na Moral

Debate do Pastor Silas malafaia no programa Na Moral

O pastor Silas Malafaia e representantes de outras religiões, além de um ateu, participou de um debate sobre o Estado laico no programa Na Moral, exibido ontem, apresentado por Pedro Bial na Rede Globo.

O pastor Malafaia protagonizou embates fortes com o ateu Daniel Sottomaior, presidente da Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (ATEA). Logo na introdução ao tema, Sottomaior falou a respeito de “banhos de sangue” causados pela religião ao longo dos anos, e disse que a separação do Estado e da religião se iniciou na Revolução Francesa. Em resposta, Malafaia afirmou que os regimes políticos que optaram pela exclusão total da fé na sociedade, a exemplo da União Soviética e países asiáticos, é que protagonizaram alguns dos maiores genocídios da história da humanidade.

A discussão acalorada e provocativa entre ambas as partes se seguiu ao longo de todo o programa. Sottomaior afirmou que a Igreja Católica tinha ligação direta e patrocinava a escravidão no Brasil séculos atrás, fato que foi negado pelo representante católico, padre Jorjão, que frisou que o cristianismo funciona como uma ferramenta de ética para o Estado laico.

Malafaia seguiu no tema dizendo que “o Estado é laico, mas o povo não é laicista. O povo tem religião, e todos nós, defendemos nossas ideologias baseados em crenças e valores que temos, sejam elas filosóficas, de qualquer ideologia, ou religiosas”.

O ministro Ayres Britto, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) afirmou que o faz do Brasil um Estado laico é ser “religiosamente leigo”: “O Estado não pode patrocinar, não pode favorecer, nenhuma seita, nenhuma confissão, nenhum culto religioso, embora ele assegure proteção aos crentes”.

Crescimento evangélico

Pedro Bial questionou ao padre Jorjão o que estaria havendo com a Igreja Católica, que tem perdido fiéis para os segmentos evangélicos. O padre, bem humorado, disse que muitos fiéis estão buscando “outras religiões” ao invés de afirmarem ser católicos não praticantes. “Então, melhor que sejam bons cristãos do que mal católicos”, afirmou. O pastor Silas Malafaia reagiu com um sorriso à resposta do padre.

Assista:


Com informações: Gospel+ 

Comente via Facebook, e curta nossa página =)

Mostrando 33 Comentários
Comente também! É importante para o nosso Portal
  1. Flanklin Stem Santos da Silva disse:

    Leonardo Cristocêntrico
    Lamentável mais um comentário de um dos líderes dos jovens atualmente reconhecido pela mídia e o meio evangélico em seus comentários “exagerados”.
    Antes de julgarmos, criticarmos, discriminarmos os seres humanos precisamos entender as razões do porque o estamos fazendo. É muito fácil falar sem conhecimento de causa e ainda mais utilizando estereótipos e palavras declarando revolta nitidamente.
    Os “bandidos” como o pastor denomina são seres humanos dignos de chances, misericórdia, libertação e salvação como qualquer um de nós que também somos falhos e pecados diariamente, obviamente. E, a grande maioria, “se tornaram ou estão” e não “é ou são” pessoas socialmente de má índole simplesmente. Porque não escolheram desde criança esta situação mas por vários motivos foram conduzidos a isso por: um ambiente em que moraram como favelas, barracos, becos, vilas em bairros perigosos, periféricos, famílias complicadas e comprometedoras com pais alcoólatras, usuários, traficantes, ladrões, fornicadores, prostitutos, adúlteros, mentirosos, gananciosos, em quem não receberam carinho, respeito, amor verdadeiro, provavelmente tiveram colegas ou amigos que não os influenciaram corretamente dando bons exemplos, não tiveram oportunidades de empregos dignos e descentes além de viverem em um país caótico, capitalista selvagem e sem dignidade em que os próprios representantes políticos são também desonestos e quando descobertos com provas não são julgados ou presos dentre outros tantos motivos em que apenas citamos alguns.
    Será que este pastor já parou para conversar, evangelizar em morros, favelas com pessoas e jovens nestas condições, para os ouviu em seus dilemas, frustrações, iras para conhecer a fundo suas vidas e os porquês ? Ele já viveu nestes locais ao menos por alguns dias, já ajudou pessoas que se encontram nestas situações ?
    Dar “tiro na cara” de bandidos nem sempre é realmente necessário para nos defendermos mesmo que a Lei nos autorize apenas por necessidade de legítima defesa ou em prol da sociedade mediante autorização e investidas legais socialmente estabelecidas. E, mesmo assim, existe possibilidades de feri-los apenas para os paralisar e não os destruir como muitos policiais revoltados estão assassinando até por vinganças ou honrarem seus próprios egos transferindo seus problemas particulares a outrem os “eliminando”.
    Onde estaria a nossa couraça de proteção espiritual de que tanto Paulo fala, o nosso Deus não nos protegeria ? Será que os mesmos “bandidos” que estão em algum lugar são os mesmos que assaltam ou ameaçam os filhos dos homens “honestos” ? Assassinatos em massa ou a todos os “bandidos” resolveria todos os problemas brasileiros ? Somos nós, enquanto cristãos, que temos que fazer justiça com nossas próprias mãos e onde estaria a soberana e perfeita justiça de nosso Deus ?
    A Bíblia nos ensina que pelos comportamentos discerniremos as intenções de nossos corações, pensamentos e que a boca fala do que esta cheio o coração naturalmente ao observarmos esta dura realidade. Não podemos expressas nossas revoltas próprias, iras e falta de amor ao próximo publicamente e ainda ensinando contrariamente aos princípios cristãos a milhares de jovens telespectadores que estão na sociedade e precisam dar exemplos aos demais.
    O que comentaríamos dos presidiários que se convertem nos que já mataram, estupraram, roubaram, traficaram dentro outros e atualmente estão libertos pregando as mensagens do reino, ajudam vidas, se tornam pastores e grandes homens “realmente de Deus” que estão evangelizando em lugares em que os pastores da “fama” não vão por medo, iras ou vingança subconscientes ? Estes realmente sem mídia são muito usados por dons espirituais de cura, conhecimento, maravilhas, fé, sabedoria espirituais concedidos pelo Senhor apesar de serem também falhos e pecadores, mas, geralmente não utilizam da teológica rebuscada que muitas vezes para nada servem exceto nas academias, faculdade e universidades e contribuem com muitos maravilhosamente.
    Os paradigmas da vida real em Cristo andam na contramão do orgulho, do status, da soberba, da prepotência, da discriminação e mazelas da vida social, humana e econômica como muitos pensam e divulgam. Mesmo porque Jesus não ensinou usarmos das armas materiais e sim espirituais e sentimentais nos transportando para o lugar do próximo.
    Talvez nós todos estejamos precisando de maior COMPAIXÃO, graça, unção, verdades profunda das escrituras mediante o Espírito Santo para não “morrermos” espiritualmente com sentimentos mesquinhos, hipócritas ou vagos, estendermos as mãos aos necessitados independentemente de suas vidas e situações, evangelizar com palavras singelas, simples e verdadeiras por amor, ajudas financeiras, perdemos ou “ganharmos” nosso tempo contribuindo com o próximo ao invés de conjecturarmos “bobagens publicamente” e, assim, evitarmos sermos criticados pela sociedade que ainda não conhece ao Senhor corretamente nem sermos difamados por nossas opiniões, criticas e exageros. Devemos nos tornar mais atuantes e comprometidos com as causas sociais, políticas e econômicas de nosso país e mundo com sinceridade e o amor ágape em que este sim destrói o ódio, aplaca a ira, acalma os ânimos, destrona principados espirituais malignas e nos torna mais parecidos com Cristo “ESSENCIALMENTE”.
    Grato aos que leram e compartilharam os mesmos pensamentos e são espirituais…!

  2. Nathaniel disse:

    .
    Campanha “SEM NOVELA, COM LIVRO POR UMA FAMÍLIA UNIDA E UM PAÍS DE VERDADE” o objetivo é trocar a novela por livros lidos pela família.
    .
    FUNCIONA ASSIM: Os membros da família escolhem seus livros e lêem no horário da novela, depois cada um fala sobre o capítulo lido no dia para os outros membros da família. Existe também a variação de leitura em voz alta para todos.
    .

  3. CELSO disse:

    Debate fraco, ENGESSADO.

  4. ROBSON LADISLAU disse:

    Pastor Silas , eu pra falar a verdade eu não gostei deste debate . Foi muito desorganizado , Acho que as perguntas deveriam ser feita igual um debate de tempo em tempo, pra cada um responder.(como na política OK)vi que não te deram muito créditos ,e quase não ti deixaram expor o seu conhecimento direito. PREGADOR ROBSON LADISLAU. VITÓRIA ES

Digite abaixo o seu comentário.

Comentários: Reservamos o direito de não publicar comentários ofensivos, palavras indecorosas, links, propagandas, e todo o conteúdo que venha a violar a política do site - Comentários postados não representam a opinião do site.

  • Comentário de rinaldo soares em Assistir Culto Ao Vivo da Igreja Mundial do Poder de Deus
  • Comentário de nilza nicole e osmar em Receba Versículos Bíblicos Frases no seu Celular!
  • Comentário de mari em Assistir Culto Ao Vivo da Igreja Mundial do Poder de Deus
  • Comentário de Daniel em Jovem evangélica disputa concurso de Miss Bumbum
  • Comentário de Quero oração para Simone Conceição dos Snatos em Assistir Culto Ao Vivo da Igreja Mundial do Poder de Deus