Pastor Marco Feliciano pede ordem de prisão para manifestantes gays durante culto

Pastor Marco Feliciano pede ordem de prisão para manifestantes gays durante culto
Pastor Marco Feliciano pede ordem de prisão para manifestantes gays durante culto

Pastor Marco Feliciano pede ordem de prisão para manifestantes gays durante culto

Nesta segunda-feira (29), um grupo de manifestantes gays realizou um protesto contra o pastor e deputado Marco Feliciano (PSC) culto de celebração dos 85 anos da Assembleia de Deus no município de Santarém estado do Pará.

Os manifestantes estavam afastados do local do evento, entretanto, um grupo conseguiu passar a barreira da Pastor Marco Feliciano pede ordem de prisão para manifestantes gays Polícia Militar e se meter no meio da multidão que assistia à pregação do pastor.

Os protestos foram por causa das declarações de Feliciano contra o homossexualismo e por apoiar o projeto que permite o tratamento psicológico aos homossexuais.

No momento da invasão, o pastor Marco pediu, pelo microfone, para que a PM retirasse o grupo de lá algemado.

“Essas pessoas podem sair daqui presas, algemadas, agora. Semana passada eu já prendi dois. Isso aqui não é casa da mãe Joana. Isso aqui é uma igreja. Respeitem essa igreja”, disse o pastor.

Os manifestantes não aceitaram sair do local e causaram tumulto. Três jovens foram presos e levados à delegacia do município. Outras pessoas do protesto afirmaram que sofreram agressão.

A advogada da Assembleia de Deus, Eyceila Menezes, afirmou que os manifestantes tentaram retornar ao evento à força e por isso a polícia usou os meios necessários para conter os manifestantes.
Veja a reportagem:

A polícia de Santarém está apurando o caso.

Com informações: The Christian Post

COMPARTILHAR