Igreja Católica é demolida após desabamento de teto em Natal RN

0
Igreja Católica é demolida após desabamento de teto em Natal RN
Igreja Católica é demolida após desabamento de teto em Natal RN

Igreja Católica é demolida após desabamento de teto em Natal RN.

Foi demolida na noite desta segunda-feira (8) a igreja de São Bartolomeu – cujo teto e paredes desabaram 15 minutos após o encerramento de uma missa realizada no último sábado (6). A igreja fica no conjunto Vila Paraíso, na zona Norte de Natal.

A Defesa Civil do Município e o Corpo de Bombeiros participaram da demolição, que foi realizada com apoio de um caminhão munck, também utilizado para movimentação de cargas na construção civil.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Natal, Jeoás Santos, o laudo feito por um engenheiro da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas) aponta que três fatores foram determinantes para o desmoronamento de parte da igreja: a idade do prédio, a reforma que vinha sendo feita no local e as chuvas que caíram ao longo da semana passada.

No fim da tarde desta segunda foi demolida uma viga localizada em uma das laterais da igreja. “Casas vizinhas poderiam ser atingidas caso a estrutura desmoronasse”, explicou Jeoás Santos. No entanto, o ideal seria demolir toda a estrutura restante para eliminar os riscos, o que só pôde ser feito durante a noite com a chegada do munck.

O padre Inácio Henrique Teixeira informou que a Paróquia de Santo Antônio de Pádua pretende reconstruir a igreja de São Bartolomeu, uma das 10 capelas atendidas pela paróquia. “A ideia é fazer a reconstrução e contamos com o apoio que temos de todas as comunidades. Será necessário fazer um novo projeto”, ressalta o padre.

Desabamento
O desabamento aconteceu cerca de 15 minutos depois que o padre Inácio Henrique encerrou a missa. Todas as pessoas que participavam da missa, cerca de 60, segundo o padre, já haviam deixado o local e ninguém se feriu.

O padre Inácio Henrique relatou que a missa foi iniciada às 18h. Após ver uma rachadura na parede, ele se sentiu incomodado e encerrou a celebração após 30 minutos.  “Fiquei com aquilo na cabeça e decidi cancelar a missa na metade. Recolhemos os bancos para dentro da sacristia e saímos. Do lado de fora conversávamos sobre o que seria feito e quinze minutos depois veio o estrondo”, conta. Além do teto, as paredes laterais também desabaram.

Com informações:G1

Deixe uma resposta