Manifestação do Pastor Silas Malafaia contra o casamento gay e o aborto reúne milhares em Brasília

Manifestação contra o casamento gay e o aborto reúne milhares em Brasília
Manifestação contra o casamento gay e o aborto reúne milhares em Brasília

Manifestação do Pastor Silas Malafaia contra o casamento gay e o aborto reúne milhares em Brasília. A Esplanada dos Ministérios, em Brasília, foi tomada por um protesto, nesta quarta-feira (5). Depois da passeata de terça-feira, milhares de pessoas participaram de nova manifestação contra o aborto e o casamento gay.

Segundo a PM, 40 mil pessoas assistiram ao ato convocado pelos líderes das igrejas evangélicas, a favor da liberdade de expressão e de religião, pela família e pela vida.

Durante a manifestação, um pequeno grupo com bandeiras do movimento gay gritou palavras de ordem a favor da união homoafetiva e do aborto. Mas não houve tumulto.

As lideranças evangélicas que passaram pelo palco tiveram um discurso quase unânime a favor da liberdade de expressão e da liberdade de religião. Mas se demoraram mais em temas como o aborto e o casamento gay.

O ex-presidente do STF, Ayres Brito, disse que a descriminalização do aborto deve ser debatida. Mas quanto à união entre pessoas do mesmo sexo, não há mais o que discutir.

“É matéria vencida, é matéria decidida. O Supremo já interpretou e aplicou a Constituição no sentido do reconhecimento da igualdade de direitos, ponto final”, declarou.

O pastor Silas Malafaia disse que as críticas ao ativismo gay não significam homofobia. E que impedir essas críticas é instalar uma ditadura de opinião.

“Minoria não pode calar maioria. Isto é estado democrático de direito. O direito de um grupo social não pode cercear o dos outros. Eu não quero privilégio para evangélicos, mas também não aceito privilégio para gay”, afirmou o pastor.

Vídeo:Manifestação do Pastor Silas Malafaia contra o casamento gay e o aborto em Brasília

Informações Jornal Nacional

COMPARTILHAR