Presidente do Irã Mahmoud Ahmadinejad pode ser punido com chibatas

0
Presidente do Irã Mahmoud Ahmadinejad pode ser punido com chibatas
Presidente do Irã Mahmoud Ahmadinejad pode ser punido com chibatas

Presidente do Irã Mahmoud Ahmadinejad pode ser punido com chibatas. Mahmoud Ahmadinejad, presidente do Irã, pode receber 74 chibatadas ou passar seis meses preso, segundo o site “The Huffington Post”. A punição depende da Justiça do país, que deve analisar uma acusação de violação eleitoral contra Ahmadinejad.

O chefe de Estado iraniano acompanhou seu conselheiro-chefe, Esfandiar Rahim Mashaei, em uma visita ao cartório eleitoral no domingo (12). Mashaei, protegido de Ahmadinejad, é um potencial candidato à sua sucessão na eleição presidencial do país, marcada para 14 de junho. Além de acompanhá-lo ao local de registro de sua candidatura, Ahmadinejad posou para as câmeras ao lado de seu apadrinhado.

Ahmadinejad, que já foi reeleito, está proibido pela constituição iraniana de concorrer a um novo mandato.

O grupo que apresentou a queixa contra Ahmadinejad, o Conselho dos Guardiães, é quem cuidará de vetar os mais de 680 candidatos à presidência do Irã. Apenas alguns nomes serão autorizados a disputar.

Segundo a TV estatal, o porta-voz do conselho, Abbas Ali Kadkhodaei disse que remeterá as acusações contra Ahmadinejad ao Judiciário do país para que tome as devidas providências.
Em caso de punição, o presidente do país poderia passar seis meses detido ou receber 74 chibatadas.

Disputa de poder seria motivo

A agência de notícias “Associated Press” diz que o pano de fundo da disputa é o desentendimento entre o atual presidente e os clérigos do país. A linha-dura do Irã, que se opõe a Ahmadinejad, considera que Mashaei minimizaria o domínio islâmico no país se eleito.
Os opositores acusam o presidente de usar dinheiro público para promover a candidatura de Mashaei.

A eleição de junho deve ser polarizada entre Ahmadinejad e aqueles tidos como leais ao aiatolá supremo, Ali Khamenei. Khamenei deve apoiar seu conselheiro-mor, Ali Akbar Velayati.

Outros nomes que podem disputar são o prefeito de Teerã,  Mohammad Bagher Qalibaf, o legislador Hadad Adel e o negociador de assuntos nucleares do país, Saeed Jalili.

As informações: UOL

Deixe uma resposta