Thalles Roberto, Rodolfo Abrantes e Pregador Luo: “Religiosidade atrapalha o gospel”em entrevista a UOL. Assista.

1

Thalles Roberto, Rodolfo Abrantes e Pregador Luo: “Religiosidade atrapalha o gospel”em entrevista a UOL. Assista.

Thalles Roberto, Rodolfo Abrantes e Pregador Luo: "Religiosidade atrapalha o gospel”em entrevista a UOL. Assista.
Thalles Roberto, Rodolfo Abrantes e Pregador Luo: “Religiosidade atrapalha o gospel”em entrevista a UOL. Assista.

Em uma entrevista concedida ao canal de música do UOL, os cantores Thalles Roberto, Rodolfo Abrantes e Pregador Luo falaram sobre o cenário da música gospel atualmente, sobre o espaço que ela tem ganhado na mídia secular e sobre religiosidade. Ambos cantores falaram que a religiosidade atrapalha muito o contato com quem não tem a mesma crença, e mesmo assim conseguem atingem tanto o público evangélico como os demais.

“Tem religioso que é chato, o cara quer imprimir em você a verdade dele sem antes te conhecer”. Thalles Roberto.

 “Não estou aqui para pregar religião, nem para defender a minha igreja e nem para defender Cristo, porque Ele não precisa de defesa”. Luo

“Se você ler os evangelhos, que falam de Jesus, você vai ver que as únicas pessoas que eles se dirigia com agressividade eram aos religiosos da época”. Rodolfo.

Os músicos também falaram sobre as estruturas dos shows e da forma como eles aparecem na mídia. Rodolfo Abrantes foi o que se mostrou mais crítico com relação ao mercado, falou sobre as emissoras que estão apostando em cantores do gospel de olho nesta fatia do mercado que movimenta bilhões de reais por ano,“Elas só estão querendo ganhar dinheiro”, afirmou. Ele falou também que as gravadoras seculares que antes não gostavam da música gospel, hoje já contratam diversos artistas desse segmento, e afirmou que optou por não ter gravadora e nem empresário, adotando uma equipe pequena de músicos para acompanhá-lo nos eventos.

Assista:

Thalles, Rodolfo e Luo – Religiosidade atrapalha o gospel – TV UOL

Fonte: Uol.com.br


 

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta