Deputado federal Jair Bolsonaro afirma que “PT quer cotas pra professores homossexuais.”

7

Deputado federal Jair Bolsonaro afirma que “PT quer cotas pra professores homossexuais.”.

Deputado federal Jair Bolsonaro afirma que "PT quer cotas pra professores homossexuais."
Deputado federal Jair Bolsonaro afirma que “PT quer cotas pra professores homossexuais.”

Jair Bolsonaro , deputado federal (PP-RJ), afirma e denuncia que o governo do PT, quer por uma proposta da Maria do Rosário, ministra da Secretaria de Direitos Humanos,  criar cotas para professoras homossexuais nas escolas. O deputado que sempre defendeu o Deputado e Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, afirmou que isso seria um risco às crianças.

 “É esse tipo de pessoa, com esse comportamento, que você quer nas escolas?”, afirmou Bolsonaro quando se referiu a Cristiano Lucas Ferreira,  um professor do ensino fundamental no Distrito Federal, um dos ativistas que foi ao plenário pedir a saída de Feliciano da CDHM. Esse exemplo ele usou através de cenas mostradas, como forma de ilustrar o seu pensamento. Ele mostrou um vídeo em que o professor grita diante da câmara “Sou viado (sic) sim, sou viado, dou o….”.

“É esse tipo de professor que você quer na escola, educando o seu filho? Isto é ou não é um estímulo à pedofilia e ao homossexualismo (sic) na primeira infância?”. O deputado enfatizou a participação de Cristiano em uma sessão da Comissão antes de Feliciano assumir a presidência, onde o professor interrompe a continuação do discurso. O deputado também mostrou aos presentes uma cópia do Plano Nacional de Promoção e Cidadania de Direitos Humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais, elaborado pela Secretaria de Direitos Humanos e outros ministérios.

Bolsonaro já havia atacado dia 27 de março deste ano, o Plano Nacional de Promoção e Cidadania de Direitos Humanos de LGBT e os membros da CDH, antes mesmo de Marco Feliciano assumir a presidência da comissão. Em seu discurso naquele dia, Bolsonaro disse que a presidente Dilma e o PT “não tem compromisso nenhum com a família”.

O deputado criticou as medidas previstas no plano: “inclusão da população LGBT em programas de alfabetização nas escolas públicas” são “cotas para professor homossexual na escola do ensino fundamental”. Para o deputado, essa medida fará com que  principalmente os alunos  mais pobres, tenham como exemplo “um traveco”. O deputado também parabenizou a bancada evangélica da Câmara, por lutar contra , segundo ele, o que é um “bacanal do PT e da Dilma Rousseff”.

Bolsonaro finalizou seu argumento lembrando que, antes de Feliciano assumir a presidência da CDHM, ela representava um “estímulo ao homossexualismo (sic) infantil” e pedofilia, além de garantir “grana no orçamento para paradas gays”. (Com informações gospelprime.com.br).


 

7 COMENTÁRIOS

  1. eu acho um absurdo essa palhaçada de gays reivindicar cotas para pra educar… até porque os negros não tem esse privilágio… nem os indios… e eles sim são menorias e merecem ter cotas. quem deveria ter privilégios… é a familia… que está sendo bombardeada…

  2. GALERA,MASSA ELEITORAL,TORCIDA DE JOGADORES, MIDIA, GENTE DO POVAO VAMOS NOS PREOCUPA COM ANALFABETISMO NO BRASIL FOME SECA NO NORDESTE EPIDEMIA DE DOENÇAS MALARIA DENGUE,ALIMENTOS INDUSTRIALIZADOS,RIOS MARES CONTAMINADOS COM LIXOS TOXICOS,AGUAS POLUIDAS,ENERGIAS COM TAXAS ABUSIVAS,INTERNET E CELULARES DE PESSIMOS SERVIÇOS,SAUDE PUBLICA,TB PESSIMA PLANO DE SAUDE CARISSIMO SEM QUALIDADES,80% DOS BRASILEIROS ANALFABETOS, COMO DIZEM O ESCRITOR DRUMOND E..AGORA……JOSE….. LEIA ESTA CRONICA..E…AGORA JOSE…..ISTO SIM RELATDOS SAO SERIOS PROBLEMAS O RESTO E RESTO E…AGORA JOSE…..

Deixe uma resposta