Tarcisio Bertone assume governo de transição da Igreja Católica

0
Tarcisio Bertone assume governo de transição da Igreja Católica
Tarcisio Bertone assume governo de transição da Igreja Católica

Tarcisio Bertone assume governo de transição da Igreja Católica.Quando um papa morre ou renuncia, o governo provisório da Igreja Católica passa para as mãos do cardeal camerlengo, cargo do atual secretário de Estado, o cardeal Tarcisio Bertone, nascido em Romano Canavese (Itália), no dia 2 de dezembro de 1934.

Tarcisio Bertone já foi um dos homens de maior confiança do papa Bento 16 e permanece no segundo posto de maior poder na Igreja Católica Apostólica Romana.

O cardeal camerlengo é o encarregado pela administração dos bens e dos direitos temporários da Santa Sé, ajudado por três cardeais assistentes.

Também é o responsável de confirmar a morte do papa, de assinar a ata da morte, de selar o apartamento papal, de tomar posse do Palácio Apostólico Vaticano e dos palácios Lateranense e de Castel Gandolfo.

Nesta ocasião, o pontífice continua vivo e a primeira ação do camerlengo, uma vez que Bento XVI deixar de ser papa, será selar o apartamento do pontífice e tomar posse do Palácio Apostólico Vaticano.

Visto que Bento XVI ficará em Castel Gandolfo e ali não são guardados documentos importantes do pontificado, a residência de verão dos papas não será selada.

A Constituição Apostólica “Universi Dominici Gregis” estabelece que, enquanto a Sede Apostólica estiver vacante, o colégio de cardeais não tem nenhum poder ou jurisdição sobre as questões que correspondem ao papa.

Também determina que as leis existentes não podem ser corrigidas ou modificadas e que o dever dos cardeais é tomar decisões urgentes como estabelecer o dia, a hora e como o corpo será transferido à Basílica de São Pedro, além de preparar as exéquias, no caso da morte do papa.*(Informações EXAME)

Deixe uma resposta