Pastor chinês é libertado após 13 dias de prisão

2
Pastor chinês é libertado após 13 dias de prisão!
Pastor chinês é libertado após 13 dias de prisão!

Pastor chinês é libertado após 13 dias de prisão.Um pastor bastante conhecido na China foi detido duas vezes em dezembro por ter evangelizado em um parque na cidade de Shenzhen. Segundo reportagem da ChinaAid, ele foi mantido na prisão por 13 dias sob detenção administrativa.

Acompanhado de oito cristãos, Cao Nan pregava sobre o verdadeiro significado do Natal no Parque Litchi, em Shenzhen, quando os nove foram detidos pela polícia local; sete deles eram mulheres, incluindo uma senhora de 70 anos de idade.

Isso aconteceu duas vezes, pela mesma razão, sob circunstâncias semelhantes. Após a segunda detenção (na ocasião, os cristãos também evagelizavam no parque), em 15 de dezembro, somente o pastor recebeu uma sentença de 13 dias de detenção administrativa. Os demais foram soltos depois de um breve período.

No último sábado, Cao foi libertado. Sua família expressou preocupações com sua saúde e alegou que planeja mandar o pastor para outra cidade, a fim de que ele se recupere. Eles também demonstraram sua gratidão aos irmãos e irmãs que oraram por essa causa.

Na Classificação de Países por Perseguição (WWL) 2013*, a China desceu do 21º lugar para o 37º. Essas alterações nas posições, porém, não significam, necessariamente, uma melhora na perseguição religiosa, como mostra o caso do pastor Cao. O que acontece é que, devido à mudança na forma de classificação dos países, em alguns lugares a perseguição religiosa é maior do que nessas nações, o que fez com que muitos países descessem no ranking sem que a hostilidade aos cristãos tenha diminuído de fato.ifnroamções Portas Abertas.

2 COMENTÁRIOS

  1. olha estamos no fim do mundo mesmo onde uma pessoa nao e livre p/escoler uma denominaçao que quer seguir olha ainda bem que sou brasileiro sem querer ofender,como diz o dadena ajuda ai meu?E nao adianta nada jesus esta vontando

Deixe uma resposta