Cristãos chineses desafiam a censura e compartilham a fé em redes sociais

1
Cristãos chineses desafiam a censura e compartilham a fé em redes sociais
Cristãos chineses desafiam a censura e compartilham a fé em redes sociais

Cristãos chineses desafiam a censura e compartilham a fé em redes sociais.

Cristãos chineses estão compartilhando sua fé na Web por meio das redes sociais, que é atualmente regulamentada e vigiada pelo Estado, e alguns cristãos estão começando a desafiar a censura e estão se expressando contra a perseguição religiosa.

Segundo o Centro de Informação da Internet da China, 40 por cento da população da China são usuários de Internet, há mais usuários de Internet na China do que a população da Grã-Bretanha, Alemanha e França juntas e uma grande parte dos estados dos EUA.

Os cristãos que emviam mensagens estão começando a compartilhar sua fé em Web e alguns estão tendo um alto índice de acessos. De acordo com o cristãos na China, um dos Blogs mais visto relacionado a fé cristã é o Shiy Pan, e um multimilionário do ramo imobiliário compartilha com frequência orações aos domingos com os seus 6 milhões de seguidores que ele tem na sua pagina na Web.”

 Na China eles estão começando a mobilizar-se em oração, em prol da liberdade religiosa. Mas nesta rede fiscalizada e regulamentada, as autoridades da China sempre vigilante as autoridades permitiriam que os cristãos consiga apoio contra a perseguição religiosa na sua própria terra?

A China ainda está entre os 50 principais países perseguidores dos cristãos no ranking mundial publicado anualmente pelo site Portas Abertas. E a China está bem ciente de que as mídias sociais se bem usadas pode ter um efeito poderoso.

Tal como acontece com o Twitter, os anúncios na WEB são limitados a 140 caracteres. Mas isso é menos do que uma limitação do que parece. Na língua chinesa, 140 caracteres são equivalentes a 70 ou 80 palavras em Inglês – o suficiente para provocar um debate ou começar a contar uma história.

Uma indicação de ousadia crescente entre a comunidade cristã na China veio em agosto, quando uma fotografia foi publicada na WEB de um jovem em público ostentando e uma faixa com uma mensagem do Evangelho. Cristãos pelas redes sociais o elogiaram por sua coragem e felicitou-o pelo exemplo.

Outros cristãos começaram a seguir o exemplo. Outra fotografia foi publicada de uma menina segurando um cartaz amarelo com uma cruz e uma coroa de espinhos, dizendo: “crer em Jesus e receberá a vida eterna.” Enquanto seus pais compartilhava sua fé com os transeuntes.Segundo o Gospel Times, 20 pessoas responderam o apelo e se comprometeram com suas vidas seguir a Jesus.Informações: Acontecer Christian

1 COMENTÁRIO

  1. VEJAM SÓ. PARECE QUE NEM TUDO O QUE VEM DA CHINA É DE SEGUNDA OU CÓPIA MAL FEITA. PELO MENOS DE INÍCIO A FÉ DOS IRMÃOS ORIENTAIS ESTÁ CAUSANDO CONTRA TODOS OS RISCOS E AMEAÇAS QUE TODOS NÓS SABEMOS, PELAS BANDAS DE LÁ NÃO SÃO RETÓRICA E ONDE RELIGIÃO NÃO É BRINCADEIRA COMO CÁ.

Deixe uma resposta