Polícia na China prende mais de 90 pessoas por rumores do apocalipse

0

Polícia na China prende mais de 90 pessoas por rumores do apocalipse

Polícia na China prende mais de 90 pessoas por rumores do apocalipse
Polícia na China prende mais de 90 pessoas por rumores do apocalipse

A agência oficial de notícias Xinhua, da China, divulgou que as autoridades daquele país prenderam 93 pessoas acusadas de espalhar rumores do apocalipse.

A operação prendeu pessoas de sete estados que estavam distribuindo panfletos sobre o fim do mundo, discos livros e banners sobre o tema também foram recolhidos pela polícia local.
Entre os detidos estão seguidores do banido culto “Deus Todo-Poderoso” que acabou chamando a atenção do governo chinês, pois para eles a intenção da seita é destruir o Partido Comunista.

As superstições sobre o fim do mundo no dia 21 de dezembro têm gerado diversos boatos na China, um deles diz que a partir desta data o Sol não vai brilhar e que a energia elétrica ficará três dias sem funcionar.

Esses boatos têm gerado a grande procura por velas e fósforos, tanto que na Província de Sechuan já há informações de que estes produtos estão em falta. Outros, porém estão sendo atraídos para propagandas enganosas que oferecem veículos com poder de salvar as pessoas do fim do mundo.

O governo chinês também anunciou a prisão de um homem que feriu 23 crianças em uma escola depois que ficou “psicologicamente afetado” com as previsões a respeito do fim do mundo.

Identificado como Min Yongjun, o homem teria se dirigido até uma escola primária próxima de sua residência e atacou não só os pequenos como também uma adulta que trabalhava no local. As autoridades da Província de Henan informaram que Min sofria de epilepsia. Ele foi preso por ameaçar a segurança pública. As informações são da Folha de SP.

Veja Mais: Previsões e profecias a respeito do fim do mundo que não aconteceu

 

Deixe uma resposta