Moradores Newtown comparece em peso a igrejas para orar pelas vítimas

0

Moradores Newtown comparece em peso a igrejas para orar pelas vítimas

Moradores Newtown comparece em peso a igrejas para orar pelas vítimas
Moradores Newtown comparece em peso a igrejas para orar pelas vítimas

A comunidade de Newtown compareceu em peso às igrejas da cidade neste domingo para recordar as 26 vítimas, 20 delas crianças, do massacre na escola Sandy Hook, horas antes da chegada do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

Em um dia nublado e frio, centenas de pessoas compareceram às 7H30 à igreja católica Saint Rose of Lime, a mesma que organizou as primeiras missas após a tragédia.

Mas, ao contrário de sexta-feira, desta vez a missa foi fechada à imprensa, que não teve acesso ao templo, por decisão dos fiéis.

“A situação é extremamente tensa, por isto não queremos jornalistas ou câmeras aqui”, disse à AFP, de modo calmo, Brian Wallace, porta-voz da igreja.

Ao final da primeira missa, um morador de Newtown reiterou o pedido de “respeito” às famílias das vítimas, em especial nos próximos dias, que serão marcados pelos funerais.

“Apreciamos seu respeito, agora e no futuro, pelas famílias”, afirmou Ray Gallagher, que tentava conter as lágrimas.

 

Pastor brasileiro ‘abre portas’ de igreja após massacre em Newtown nos EUA

 

“A situação é extremamente tensa, por isto não queremos jornalistas ou câmeras aqui”, disse à AFP, de modo calmo, Brian Wallace, porta-voz da igreja. Ao final da primeira missa, um morador de Newtown reiterou o pedido de “respeito” às famílias das vítimas, em especial nos próximos dias, que serão marcados pelos funerais. “Apreciamos seu respeito, agora e no futuro, pelas famílias”, afirmou Ray Gallagher, que tentava conter as lágrimas.

Um voluntário da Cruz Vermelha, Rosty Slabicky, também compareceu à missa na igreja Saint Rose of Lime. Ele disse que as famílias e os que deram assistência imediata no local da tragédia estão “devastados”. “A comunidade está se reunindo e rezando.

Estão devastados. Não apenas as famílias, mas também os voluntários na emergência estão vivendo a crise de uma forma muito pessoal e emocional”, destacou.

Outras igrejas da cidade também receberam moradores durante a manhã, como St. John’s Episcopal Church e a United Methodist Church, ambas próximas da escola Sandy Hook.

Informações Terra

Deixe uma resposta