Entrevista com Guilherme de Pádua revolta autora de novelas Glória Perez

1
com Guilherme de Pádua revolta autora de novelas Glória Perez
com Guilherme de Pádua revolta autora de novelas Glória Perez

O ex-ator Guilherme de Pádua, condenado pelo assassinato de Daniella Perez, pediu perdão à mãe da atriz, Glória Perez, em entrevista à Rede Record neste último domingo (9). Porém, a entrevista revoltou a autora da novela global ‘Salve Jorge’.

Guilherme de Pádua, que atualmente se declara evangélico, membro da Igreja Batista da Lagoinha, culpou-se inteiramente pela morte de Daniella. Ele revelou que tinha interesse em se aproximar dela para aumentar sua participação na novela ‘De Corpo e Alma’, que ambos faziam à época.

O ex-ator se diz marcado pelo que fez e que sofre muito preconceito. Guilherme comentou que viveu situações desagradáveis de levar cuspida ‘na cara’, mas que se coloca no lugar das pessoas. “Talvez eu estaria fazendo a mesma coisa”.

Dizendo-se arrependido, pediu perdão a Glória Perez. “Eu pediria só perdão. Não tenho como fazer nada por ela, não tenho esse poder. Eu sou a pessoa que fiz mal a ela”, disse o ex-ator.

Ele ainda chegou a declarar que sua vida só começou quando percebeu que precisava se entregar a Jesus Cristo.

 

Beijaria os pés dela, deixaria ela me bater,diz Guilherme de Pádua sobre Glória Perez

Ratinho exibe entrevista bombástica com Guilherme de Pádua; veja trecho

 

Reação a entrevista

Logo após a exibição da entrevista, Glória Perez não perdeu tempo e fez duras críticas na rede social sugerindo que Guilherme, por ter seu papel reduzido na novela, teria se vingado assassinando sua filha.

Glória ainda escreveu palavras ofensivas e comparou Guilherme ao casal Nardoni, condenado por matar a menina Isabella. “O assassino Guilherme de Pádua se recusou a participar da reconstituição do crime ‘para não fazer prova contra si mesmo’! Q nem os Nardoni”, postou a escritora.

Ela ainda postou uma foto da filha morta: “Foto da pericia comprovando o soco poucos minutos antes da morte!”.

O fato contradiz informações dada na entrevista da Record que afirmou que a perícia constatou que o soco seria uma agressão anterior ao dia de sua morte.

Tal entrevista com Guilherme levou o site Zamenza a levantar a hipótese de que a Record estaria usando mais essa matéria para atingir Glória Perez, que tem tido sua novela ‘Salve Jorge’ atacada pela emissora comandada pelo bispo Macedo.

Guilherme de Pádua e sua ex-esposa Paula cumpriram 18 anos de prisão pelo assassinato. Guilherme afirmou que tenta levar uma vida normal desde que saiu da cadeia. Casou-se novamente e vive em Minas Gerais. Paula também se casou de novo e mora no Rio de Janeiro. Procurada, ela não quis dar entrevistas.

informações O Dia

1 COMENTÁRIO

  1. Desde o ocorrido, sempre me coloquei no lugar da Glória Perez.Nunca me conformei com a morte da Daniela e ainda mais da forma como aconteceu.Foi um fato que marcou minha vida pela injustiça com que foi tratado pela “justiça brasileira”.Esperava bem mais da justiça. Sempre comentei em casa que se tivesse acontecido comigo,com um filho meu, com certeza este crápula já estaria comendo formiga a muito tempo, com pena de ficar na cadeia o resto de minha vida, mas este desgraçado nao iria mais poluir o ar que respiramos nunca mais. Agora se diz evangélico, uma vergonha que toda comunidade protestante deveria execrar de sua presença.Outrossim, lamentável esta atitude da Record e de outrora do Ratinho qual seja, dar espáço a este assassino desprezível, este verme que nem deveria estar mais entre nós. Deveriamos ter pena de morte neste país para punir crimes como este, mas como temos raposas tomando conta do galinheiro, não vão nunca votar contra seus próprios interesses , não é mesmo ? Porque alguem duvida que nao votam uma lei dessas para preservar-se no futuro caso cometam algum delito como este ? Sr. Guilherme de Pádua, já que nao temos pena de morte neste país, faça-nos a gentileza de desaparecer : pule na frente de um trem, de uma ponte, se enforque , pare de respirar !

Deixe uma resposta