Mãe de Eliza Samudio diz estar aliviada com a condenação de Macarrão

1

Mãe de Eliza Samudio diz estar aliviada com a condenação de Macarrão

Mãe de Eliza Samudio diz estar aliviada com a condenação de Macarrão
Mãe de Eliza Samudio diz estar aliviada com a condenação de Macarrão

A mãe de Eliza Samudio, Sônia de Fátima Moura, externava a alegria pela condenação dos envolvidos na morte da filha.

Sônia afirma após condenação: “Tirei um peso dos meus ombros”, enqaunto reações divergentes tomaram conta dos familiares dos envolvidos no caso Eliza Samudio segundos após a sentença de Luiz Henrique Romão, o Macarrão, e Fernanda Gomes de Castro ser divulgada pela juíza Marixa Lopes.

Macarrão foi condenado a 15 anos, enquanto Fernanda pegou 5 anos em regime aberto.

A mãe de Eliza Samudio, Sônia de Fátima Moura, externava a alegria pela condenação dos envolvidos na morte da filha.

— Estou aliviada com a condenação, tiro um enorme peso dos ombros.

Quando chegou em Contagem, no inicio da semana, Sônia falava que o desejo era voltar com os restos mortais da filha para o Mato Grosso do Sul. Agora, com as evidências ainda mais claras de que o corpo de Eliza foi destruído, ela se sente conformada em não enterrá-la.

– Queria encontrar os restos do corpo da minha filha para enterrá-la. Se for da vontade de Deus, até um pedaço de dedo. Se não for tenho que me conformar com isso.

Com a confissão de Macarrão de que Eliza está morta, o promotor Henry Wagner Vasconcelos garante que será produzido o atestado de óbito da modelo.

— Vai constar na data de morte o dia 10 de junho de 2010.

Pena justa

O avô de Macarrão, Luiz Ferreira, acredita que a sentença de 15 anos para o neto foi justa.

— Pedi muito que a justiça de Deus fosse feita. Acho que foi correto.

Perguntado sobre a confissão de Macarrão, Luiz Ferreira acredita que o neto fez o certo.

– Vou responder com uma palavra: sim.

Logo após ouvir a sentença, Macarrão pegou a filha no colo. Levada pela avó, a menina brincou rapidamente com o pai. Enquanto isso, outros familiares choravam bastante ao se despedir de Luiz Henrique, que foi levado de volta para a penitenciária Nelson Hungria, em Contagem.

com informações R7

Compartilhar
Recomendado para você

1 COMENTÁRIO

  1. ELES DEVIA É MORRER NA CADEIA
    15 ANOS PASSA RAPIDINHO AI DEPOIS TA AI FAZENDO COM OUTRAS
    AGORA A ELIZA NAO VOLTA MAS E ESSE INFELIZ TA AI COMENDO BEBENDO E NOS QUE PAGA AINDA POE PRA TRABALHAR QUERIA VER SE FOSSE NO JAPAO SE TERIA ESSA MORDOMIA SO NO BRASIL VIU

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here