Joelmir Beting morre aos 75 anos

0

Joelmir Beting morre aos 75 anos.Jornalista  enfrentava problemas pulmonares desde o ano passado.

Joelmir Beting morre aos 75 anos
Joelmir Beting morre aos 75 anos

Morreu em São Paulo, aos 75 anos, o jornalista Joelmir Beting. Ele enfrentava problemas pulmonares desde o ano passado.

A notícia foi divulgada durante a madrugada, pelo Hospital Albert Einstein, na Zona Sul de São Paulo. O jornalista Joelmir Beting morreu por volta de 1h. Ele estava internado desde que sofreu complicações renais por causa de uma doença autoimune. Foram duas internações desde setembro.

Joelmir Beting foi internado pela segunda vez no dia 22 de outubro. Desde então, não saiu mais do hospital. No último domingo, o estado de saúde do jornalista piorou. Joelmir sofreu um acidente vascular encefálico hemorrágico, o que, de acordo com os médicos, deixou o quadro irreversível.

O jornalista tinha 75 anos. O filho, Mauro, foi ao hospital logo depois da morte e comparou os últimos dias do pai com a atual situação do Palmeiras, time rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. “Ele estava meio que nem o time dele, o Palmeiras. Ele ganhava uma, perdia 8, mas no final estava de volta para trabalhar, com os netos. Infelizmente aconteceu um acidente vascular e ele, com 75 anos, há praticamente três meses no hospital, não pode suportar e se foi serenamente”.

Nascido em dezembro de 1936, na cidade paulista de Tambaú, filho de imigrantes alemães, Joelmir Beting começou trabalhando como bóia-fria em uma fazenda, ainda na infância.

Aos 19 anos, desembarcou em São Paulo, estimulado por um padre a estudar Sociologia na USP. Dois anos depois começou a carreira no jornalismo esportivo, escrevendo para jornais diários e comentando no rádio.

Não escondia a paixão pelo Palmeiras. “Eu sou palmeirense do tipo patológico. Morro de medo em dia de decisão. Não vejo jogo no estádio, nem pela televisão”.

Joelmir foi o criador da expressão ‘gol de placa’. Ele se impressionou com a perfeição de um gol em que Pelé driblou seis adversários, no Maracanã, contra o Fluminense, em 1961, e disse que o gol merecia uma placa comemorativa. Sugestão aceita: a placa está no Maracanã há mais de 50 anos. Os únicos registros desse gol são fotos.

Nos anos 90, Pelé retribuiu a homenagem, presenteando Joelmir também com uma placa. “Todo mundo ficou de pé, e começou, ou a aplaudir ou gritar. De alguns registros eu me orgulho muito”, disse o jogador.

Em 1962, Joelmir Beting, já formado, deixou o esporte para trabalhar com o jornalismo econômico, onde ficou conhecido pela capacidade de traduzir a economia para uma linguagem mais informal e acessível. Ganhou o apelido de ‘Chacrinha da Economia’.

“Houve até certo terrorismo da mídia nos últimos dias em torno desse pacote, no fundo acaba sendo mais uma vez um leão que miou”, explicou.

Joelmir Beting foi editor nos jornais ‘Folha de São Paulo’ e ‘O Estado de São Paulo’. Além do rádio, atuou como repórter e comentarista de TV, na Rede Globo, de 1985 a 2004. Trabalhava na Band desde então.

Era casado com Lucila há 49 anos. Deixa dois filhos e quatro netos. O corpo de Joelmir Beting vai ser cremado às 16h em Itapecerica da Serra.

Imformações / Bom Dia Brasil

Deixe uma resposta