Ex Bispo da Igreja Universal, envolvido no mensalão é condenado a 6 anos e 3 meses pelo STF

1

Ex Bispo da Igreja Universal, envolvido no mensalão é condenado a 6 anos e 3 meses pelo STF

Ex Bispo da Igreja Universal envolvido no mensalão é condenado a 6 anos e 3 meses pelo STF
Ex Bispo da Igreja Universal envolvido no mensalão é condenado a 6 anos e 3 meses pelo STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) definiu nesta segunda-feira (26) a pena do ex-deputado do extinto PL (atual PR) Bispo Rodrigues, condenado no processo do mensalão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A pena foi de 6 anos e 3 meses de prisão, mais multa de R$ 696 mil, o equivalente a 290 dias-multa.

Carlos Alberto Rodrigues Pinto é acusado de ter recebido R$150 mil do chamado “valerioduto”, o dinheiro era oferecido em troca de apoio no Congresso durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Pelo crime de corrupção passiva os ministros do STF julgaram por 3 anos de reclusão mais multa de R$360 mil. Pelo de lavagem de dinheiro a pena foi de 3 anos e 3 meses de reclusão e a multa de R$336 mil.

O advogado de defesa chegou a pedir a redução da pena do bispo Rodrigues por ele ter confessado o recebimento de dinheiro. Mas o relator da ação, o ministro Joaquim Barbosa, indeferiu o pedido.

Rodrigues era um dos braços direito de Edir Macedo, se elegeu como deputado federal em 1999 e foi reeleito em 2004, ano em que perdeu o cargo na igreja.

O nome do ex-bispo foi citado em diversos casos de corrupção, entre eles o Escândalo dos Bingos e a Máfia dos sanguessugas. Em setembro de 2005 ele renunciou ao cargo depois que o mensalão veio à tona.

As informações são do G1/ Via Gospel Prime

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta