“Artistas Adoradores” Deixando Deus moldar o ministério.

0

“Artistas Adoradores” Deixando Deus moldar o ministério.

Como Vasos nas Mãos do Oleiro

Está mais do que certo que uma pessoa para trabalhar na obra de Deus deve estar na sua total dependência e certo do seu compromisso assumido, cada uma, teve em algum momento de sua vida uma linda experiência, onde sentiu o Espírito Santo falar ao coração. Não importa de que forma, em qual época ou lugar, algo incrível aconteceu naquele dia, onde sentimos que fomos chamados gentilmente por Deus para viver a sua graça.

Se quisermos ser usados na obra e edificação do reino, seja com missões, como pastores, líderes espirituais, músicos, “artistas” ou trabalhar no meio secular com outras profissões, devemos antes de tudo, sermos pessoas separadas e moldadas por Deus para que Ele nos use onde estivermos.

Todo Cristão, sem exceção deve permitir ser usado como vaso nas mãos do oleiro e permitir ser moldado como a argila nas mãos de um artesão, para dar melhores frutos.

No livro de Jeremias versículo 18 (que recomendo que seja lido para maior entendimento), podemos encontrar esse exemplo, quando o Senhor manda o profeta ir até a casa de um oleiro, este por sua vez estava moldando um vaso que acabou não dando certo, ao invés de descartar a argila o oleiro preparou outro vaso a partir do antigo que não tinha dado certo. Esse exemplo foi usado por Deus para dizer ao povo de Israel que se eles se arrependessem de seus maus caminhos o Senhor poderia restituí-los. Todo Cristão e no caso “Artistas” adoradores devem ser assim, devemos permitir que Deus nos renove todas as vezes que errarmos, para então podermos dar bons testemunhos.

“Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? – diz o Senhor; eis que como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel.”. (Jeremias 18:6).

Muitos “Artistas” são separados para trabalharem em suas igrejas como lideres de louvor, cantores, instrumentistas, atores, dançarinos etc, algo extremamente importante, afinal o que seria das artes nas igrejas (que por sinal não é muito utilizada, mais isso é um outro tema) sem bons “Artistas” dedicados a obra e a igreja. Outros são chamados para o trabalho de tempo integral, ou seja, através de uma vida dedicada à obra evangelística pela arte, com um ministério de comunhão com Deus, orações, jejuns, noites de ensaios, apresentações, e união de toda uma equipe que busca excelência no que faz, tendo por foco: Jesus Cristo e objetivo: Um ministério verdadeiro de adoração e louvor que impacte vidas.

Não importa para o que fomos chamados, se para ganhar vidas pelas artes, pela música, pelo teatro, através de livros, como artesãos, se é por profissões como dentista, advogado, comerciante, o que importa é como conduziremos cada profissão e se permitiremos que o Artesão Jesus nos molde a cada passo que dermos, dessa forma seremos bons instrumentos nas mãos desse Oleiro e daremos muitos frutos.

Casa do Oleiro – Trazendo a Arca

 Pretendo escrever mais sobre esse assunto.


Autora: Bruna Weinrebe

Deixe uma resposta