Viva Cristo na Balada – casa noturna para jovens religiosos

4
Viva Cristo na Balada - casa noturna para jovens religiosos
Viva Cristo na Balada – casa noturna para jovens religiosos

Viva Cristo na Balada – casa noturna para jovens religiosos

Pela primeira vez, em Curitiba (PR), uma casa noturna vai oferecer uma balada cristã direcionada para jovens religiosos. Não haverá venda de bebidas alcoólica e os grupos, que vão tocar na festa são formados por músicos também cristãos.

A primeira festa será no dia 7 de setembro. Inicialmente, as “baladas” cristãs ocorrerão apenas neste mês. Se a ideia for bem sucedida, o estabelecimento avaliará a continuidade do projeto.

A idealizadora da festa “Viva Cristo na Balada”, Fany Colegaro, contou que há um ano, quando a casa noturna foi inaugurada em uma avenida do bairro Batel que tem como característica a existência de diversos bares e boates, os proprietários já tinham em mente reservar uma noite da semana para uma festa diferenciada. “E eu fui buscar o que seria este diferencial e cheguei ao Viva Cristo”, contou Calegaro.

Segundo ela, foram realizadas pesquisas de mercado e diversos contatos para desenvolver a festa específica para jovens religiosos. Ela diz que houve tentativas similares em São Paulo e no Rio de Janeiro que não avançaram.

A festa, que tem o apoio da Secretaria Municipal Antidrogas e da Rede Cristã de Agentes em Proteção e Prevenção às Drogas, será comandada por bandas de diferentes ritmos – um estilo por sexta-feira.

Calegaro destacou que já existe uma fila de grupos musicais cristãos que procuraram a casa para tocar nestas festas. “É uma chance de mostrar o trabalho deles”, disse.

A casa tem capacidade para 350 pessoas e em dezembro de 2011 realizou uma festa cristã experimental. De acordo com a idealizadora, 170 jovens que frequentam a igreja participaram. A divulgação foi feita por uma rádio religiosa de Curitiba.

A balada desta sexta-feira começa às 20h, porém, as demais iniciarão às 22h. É permitida apenas a entrada de maiores de 18 anos . Os homens pagam R$ 30 e mulheres, R$ 15.

Veja o vídeo e deixe o seu comentário no 

Informações: G1

4 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta