Cristã baleada ‘Na estreia do Filme Batman’ sobrevive por milagre

3
Cristã baleada no ‘Na estreia do Filme Batman’ sobrevive por milagre
Cristã baleada no ‘Na estreia do Filme Batman’ sobrevive por milagre

Sobrevive por milagre – Histórias de perda e dor marcam a vida de uma cristã no  massacre no cinema,‘Na estreia do Filme Batman’ sobrevive por milagre no  Colorado (EUA), que aconteceu na última semana.

Porém, em meio a tanto sofrimento encontra-se uma fascinante e praticamente inacreditável história de recuperação de uma jovem cristã de 22 anos.

Petra Anderson, atingida por uma bala na cabeça está viva somente, segundo os médicos, porque possui um defeito de nascença na formação de seu cérebro que impediu a bala de causar a sua morte.

Ela é membro da igreja do pastor Brad Strait e estava no cinema com dois amigos na pré-estreia do filme “Batman – O cavaleiro das trevas ressurge”, quando foi baleada quatro vezes por James Holmes, acusado de abrir fogo durante a sessão do filme.

Petra foi atingida no braço por três balas e a quarta atingiu seu rosto, perto do nariz e atravessou seu crânio, alojando-se perto da nuca. Levada ao hospital foi submetida a uma cirurgia para retirada da bala alojada em sua nuca.

Na sala de cirurgia com duas equipes de médicos diferentes, Petra passou mais de cinco horas em procedimentos para remover fragmentos de ossos, limpar o tecido cerebral danificado e fechar as feridas para reduzir a chance de infecção.

Momentos de angústia e milagre

De acordo com o pastor Brad Strait, que se juntou à família da jovem no hospital para aguardar o término da cirurgia, ele e a família de Petra simplesmente choraram e oraram por sua vida.

“O prognóstico era incerto, se viver, Petra poderá perder a fala, o movimento, e a capacidade de pensar, devido aos danos cerebrais consideráveis. Com Kim, a mãe de Petra, nós simplesmente choramos, nos abraçamos e oramos”, declarou o pastor em seu blog.

Após a cirurgia algo surpreendente foi notificado à família. Os médicos disseram aos pais da jovem que havia um “defeito” de nascença no cérebro de Petra. “Um pequeno canal atravessa seu crânio, como um pequeno orifício em uma tábua, indo de um lado a outro. Isso só foi possível perceber pelas tomografias. O trajeto da bala percorreu exatamente a trajetória desse canal, causando o mínimo de estrago possível. Qualquer outra pessoa teria morrido instantaneamente ou, no máximo, ficado em estado vegetativo”.

Para o pastor Brad Strait, o milagre na vida de Petra estava pronto desde sua formação. “Deus formou Petra no ventre de sua mãe, Ele cuidou dela e o milagre estava pronto desde que ela nasceu”.

“Ela poderia ter perdido todos os tipos de função, a bala atravessou seu cérebro”, disse a mãe em uma entrevista ao Sacramento Bee. “Eu acredito que ela não só foi protegida por Deus, mas que estava realmente preparada para isso”, completou Kim Anderson, mãe de Petra.

Em menos de uma semana após a cirurgia, os resultados são os melhores possíveis. Segundo a publicação The blase, a irmã de Petra, disse em sua página do Facebook que a jovem já está andando e falando.

A recuperação de Petra está sendo considerada um milagre na mídia americana, que levanta o questionamento das possibilidades da bala percorrer exatamente o mesmo local de um defeito de nascença e suas chances de sobrevivência.

Um segundo milagre

Kim Anderson, mãe de Petra, está em fase terminal de câncer de mama. Para apoiar a família sem condições de pagar os gastos hospitalares de Petra devido ao tratamento de sua mãe, o fundo de socorro social dos EUA, iniciou uma campanha na internet de angariação de fundo.

Até momento o valor de U$102.540 mil, equivalente a R$ 205 mil já foi arrecadado para ajudar a família.

“Nossa família foi abalada pelos acontecimentos da última sexta-feira, mas não fomos destruídos”, disse Chloe Anderson, irmã de Petra. “Estamos assistindo heróis aparecerem em todo lugar que olhamos”, completou.

*Crhistian Post

3 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta