Pastor americano causa revolta ao pedir para ateus sair do país

1
Pastor americano causa revolta ao pedir para ateus sair do país
Pastor americano causa revolta ao pedir para ateus sair do país

Grupos ateístas dos Estados Unidos estão lutando na Justiça para retirar símbolos religiosos de lugares públicos e até mesmo para mudar nome de ruas que fazem referência à santos ou religiões. Em um sermão no último domingo (3) o pastor John Hagee foi aplaudido por centenas de pessoas ao pedir para que esses ateus deixem o país.

Hagee é líder de uma mega igreja no Texas e afirmou que os Estados Unidos não vai sentir faltas dessas pessoas que estão se incomodando com símbolos religiosos. “Este país não foi construído para os ateus, nem por ateus. Foi construído pelo povo cristão que acredita na palavra de Deus. Se vocês se sentem ofendidos com a nossa crença em Deus, existem aviões que saem de hora em hora para qualquer lugar do planeta Terra. Nós não queremos vocês e não vamos sentir a sua falta. Eu garanto”.

As palavras do pastor de 72 anos geraram revolta entre ateus que ironicamente postaram o vídeo dessa pregação para mostrar o “amor cristão” demonstrado no sermão. Mas ao que parece os pastores mais conhecidos naquele país não se pronunciaram para criticar a postura radical de Hagee.

Além das campanhas ateístas, o pastor também criticou uma recente declaração do presidente Barack Obama que não só apoiou o casamento entre pessoas do mesmo sexo como também disse aos jornalistas estrangeiros que seu país não é uma nação cristã.

“Fomos, somos e seremos sempre um povo que lê a Bíblia, um povo cristão”, disse o pastor durante a pregação. John Hagee tem muito poder midiático no país, seu ministério possui 160 emissoras de TV e 50 de rádio. Suas mensagens também atravessam oceanos e chegam em diversos países da África, Europa, Nova Zelândia e outros lugares alcançando cerca de 100 milhões de casas.

Com informações Paulopes