Garoto de 2 anos sobrevive após seu coração parar por 39 minutos

0
Garoto de 2 anos sobrevive após seu coração parar por 39 minutos
Garoto de 2 anos sobrevive após seu coração parar por 39 minutos

O garoto britâsnico Zach Hilary, de 2 anos, conseguiu sobreviver após seu coração ter ficado parado durante 39 minutos, segundo relato de sua família, citado pelo tabloide britânico Daily Mail.

O garoto chegou a ser desenganado pelos médicos. No entanto, seu coração voltou a bater, mas ele teve de ser induzido ao coma para evitar danos a seu cérebro.

Quatro meses depois, ele segue em recuperação. Ele teve a fala e os movimentos afetados pelos danos cerebrais, porém está se recuperando rapidamente, segundo sua mãe, Trudy.

“É incrível de ver”, disse a mãe. “É como ver um recém-nascido em velocidade acelerada”, afirmou.

A história de Zach começou em 26 de janeiro, quando a mãe o encontrou caído no chão de casa, em York. Ela ligou para a emergência e começou a fazer respiração boca-a-boca no menino, orientada pelo telefone. No hospital, ele recebeu injeções de adrenalina para que seu coração voltasse a bater.

“Os médicos me disseram para me preparar para o pior”, disse Trudy. “Eu estava devastada. Disseram que não era certo que ele fosse sobreviver”.

O garoto foi movido à enfermaria e colocado em coma, e os médicos começaram a lutar para diminuir os danos em seu cérebro. Nove dias depois, ele foi retirado dos aparelhos, mas um exame revelou danos cerebrais, e ele não reconhecia mais ninguém.

Porém, depois de duas semanas de fisioterapia e terapia de fala, ele conseguiu reconhecer a mãe. Um mês depois de entrar no hospital, Zach voltou para casa ao lado dos pais e dos irmãos, Jake, de 5 anos, e Scott, de 6 meses.

Ele voltou ao normal, segundo a mãe. ”Eu perguntei aos médicos se esse era o desfecho que eles esperavam, e eles disseram: ‘Não, é um milagre’”, disse Trudy.

As causas do ataque cardíaco de Zach continuam sendo misteriosa.

As informações são do G1

Compartilhar
Recomendado para você

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here