Dinamarca aprova lei de casamento entre gays em igrejas luteranas

2
Dinamarca aprova lei de casamento entre gays em igrejas luteranas
Dinamarca aprova lei de casamento entre gays em igrejas luteranas

O Parlamento dinamarquês aprovou nesta quinta-feira, sendo 85 votos a favor, 24 contra e 2 abstenções, uma nova lei que permitirá casamentos entre gays nas igrejas luteranas a partir do próximo dia 15 de junho.

Na Dinamarca não existe separação entre Estado e Igreja, e a votação no Parlamento acabou sendo considerado um trâmite, já que a maior parte dos partidos apoiava a lei que equipara os casamentos de heterossexuais e homossexuais. Só o ultranacionalista Partido Popular Dinamarquês e alguns deputados de outros grupos de direita votaram contra.

Apesar da aprovação no Parlamento, a lei não garante a realização de um casamento entre homossexuais em sua totalidade. Isso porque, os pastores da Igreja Nacional Luterana possuem direito de vetar a união caso seja contra sua consciência.

Segundo uma enquete realizada há alguns meses, 70% da população apoia essa nova lei, e vários bispos já anunciaram que possuem cerimônias prontas, embora não tenham especificado se essas serão diferentes das uniões entre heterossexuais. Na próxima segunda-feira, o ministro de Assuntos Eclesiásticos, Manu Sareen, apresentará o ritual de casamento entre homossexuais.

O novo governo dinamarquês de esquerda, formado após as eleições de setembro de 2011, já havia anunciado sua intenção de oficializar os casamentos homossexuais nas igrejas luteranas. Anteriormente, a primeira-ministra dinamarquesa, a social-democrata Helle Thorning-Schmidt, também havia declarado que a lei entraria em vigor a partir do dia 15 de junho e que no verão (local) seriam realizadas as primeiras uniões homossexuais nas igrejas dinamarquesas.

Informações:EFE

2 COMENTÁRIOS

  1. Quando a taça da irá de Deus se derramar, para muitos será tarde demais. Que Deus venha fortalecer os remanescentes irmãos dinamarqueses, pois a batalha é grande.

Deixe uma resposta