Pastor suspeito de ligação com o tráfico perde contrato de ONG com governo do RJ

0
"Pastor Marcos Pereira investigado por associação para o tráfico de drogas"
"Pastor Marcos Pereira investigado por associação com o tráfico de drogas"

A assessoria de imprensa do secretário Estadual de Assistência Social, Rodrigo Neves, informou na noite desta terça-feira que o órgão não assinará o contrato com o Instituto Vida Renovada. A ONG, conforme O DIA mostrou com exclusividade, é comandada pelo pastor evangélico Marcos Pereira da Silva, de 55 anos, investigado por associação para o tráfico de drogas. O instituto receberia R$ 1,296 milhão por ano do governo estadual para reabilitar dependentes químicos.

O religioso é investigado pela Delegacia de Combate às Drogas (Dcod), no inquérito que apura denúncias de envolvimento com o tráfico, estupro e tortura. Em nota, a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos afirma que “somente estabelecerá convênios com instituições habilitadas no processo de seleção pública 2/2012 e que não tenham qualquer questionamento quanto às suas atividades”.

Pastor sob suspeita

ONG comandada por pastor investigado por associação para o tráfico de drogas iria receber o dinheiro do governo estadual para reabilitar dependentes químicos. O Instituto Vida Renovada, do pastor Marcos, foi um dos sete selecionados pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos para administrar clínicas públicas.

Pastor Marcos se diz inocente e defende: ‘Nosso instituto é idôneo’

As acusações contra o pastor foram feitas pelo líder do AfroReggae, José Jr., e pelo pastor Rogério Menezes, seu ex-braço direito. Pereira é fundador da Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias, responsável pela ONG.

As sete clínicas vão receber, anualmente, R$ 10,3 milhões do governo. Elas foram apresentadas pela secretaria como solução para o problema revelado por O DIA domingo: das três unidades de atendimento gratuito a viciados, uma fechou e duas funcionam precariamente. Enquanto isso, mil pessoas aguardam internação.

O resultado do processo de seleção do edital 001/2012 da Secretaria de Assistência Social foi assinado pelo coordenador Leonardo Costa, e divulgado no site do órgão em 30 de abril. Lá consta que o Instituto Vida Renovada é uma das duas ONGs que vai atuar em 12 cidades da Baixada, como Duque Caxias e Nova Iguaçu.

Convênio pode ser revisto

Ao ser questionado sobre os critérios que levaram à escolha do Vida Renovada, o secretário de Assistência Social, Rodrigo Neves, alegou que a ONG do pastor Marcos ‘talvez não assine o convênio com o estado’, dia 28. Na data, o estado anunciará a criação de 320 leitos.

Governo desiste de assinar contrato com ONG de pastor
Governo desiste de assinar contrato com ONG de pastor
Clínica pública para viciados em Barra Mansa fechou no dia 27 de abril

“O instituto apresentou a documentação exigida e o projeto técnico. Entretanto, como há denúncias sobre a idoneidade da ONG, solicitamos aos órgãos competentes informações mais detalhadas”, argumentou Neves. O documento que informa as ONGs selecionadas, porém, diz que, conforme ‘análise jurídica da secretaria’, chegou-se ao ‘resultado final’.

Pastor nega pagamento de bandidos

Em depoimento na Dcod semana passada, segundo a delegada Valéria de Aragão, o pastor Marcos negou as acusações de ligação com o tráfico. Entre as denúncias, Marcos cobraria até R$ 20 mil de bandidos para pregar em favelas e teria se associado a eles em ataques no Rio em 2006.

“Desafio quem tiver provas sobre essas calúnias. Se me beneficiasse (com o tráfico), não moraria em cima da minha igreja (em Meriti). Nosso instituto é idôneo”.

Com informações: O Dia

Deixe uma resposta