Léo Moura fala de sua conversão a Cristo

2
Léo Moura fala de sua conversão a Cristo
Léo Moura fala de sua conversão a Cristo

O jogador de futebol Leonardo Moura concedeu uma entrevista ao Globo Esporte em que conta seu testemunho de conversão a Cristo. Ele trocou os shows de pagode pelas músicas gospelque não saem do som de seu carro e servem até como toque de celular.

Na comemoração dos gols, o símbolo feito com os três dedos representa a Santíssima Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo. Do plano divino para o terrestre, o jogador, que tem sete anos de Flamengo, diz que a fase conturbada não pode virar desespero. Ele prega a paz, diz que recebeu revelações de Deus e que não pede vitória em suas orações.

“Não é fanatismo, porque sempre tive fé. Creio e estou no caminho de Deus, mas não sou fanático. Sempre fui à igreja, agora com mais frequência. Procuro tranquilidade, passar mensagem para alguns companheiros, e sabendo dividir. Não posso deixar que as coisas da religião se misturem com o profissional. No início deste ano pude mergulhar de cabeça, até porque é uma coisa que tem me feito muito bem, profissional e pessoalmente. Cada dia melhoro como pessoa”, afirmou Léo Moura.

“Tive várias revelações, isso me aproximou ainda mais da igreja. Na Libertadores, na noite anterior ao jogo com o Emelec, eu tive um sonho onde via muitas pessoas orando por mim, eu corria em direção ao gol e marcava. Na primeira bola do jogo, eu fiz como estava no sonho. Aquilo era uma mensagem de Deus que se realizou”, disse.

Léo Moura fala de seu testemunho
Léo Moura fala de seu testemunho

Quando entra em campo, mãos erguidas ao céu, Léo Moura não pensa em orar pelos três pontos, mas pede, sim, proteção até para os adversários. “Quero deixar claro que não peço para ganhar, peço proteção para me livrar das contusões, para livrar nosso time de alguma coisa grave, e também para livrar o adversário. Do outro lado têm pessoas que também são evangélicas”.

No som do carro do jogador e no toque do celular, os hits do momento são músicas de Thalles Roberto e outros pastores evangélicos famosos por seus testemunhos. ”Agora, mudou. Você vai tirando algumas músicas. Fui chamado através do testemunho do Thalles Roberto, que hoje virou meu amigo, junto com a Fernanda Brum, que além de ser pastora da minha igreja é um louvor que eu gosto muito. Tem a Bruna Carla. São músicas que pessoas de fora também gostam”, disse o jogador.

Leia também:Jogador do Flamengo irá promover evento gospel no Rio de Janeiro

Léo Moura irá se batizar na igreja evangélica e se prepara para dar seu primeiro testemunho. “Mês que vem me batizo, tenho que me preparar espiritualmente, até porque o testemunho é uma coisa muito séria. Quero mostrar para as pessoas que esse é o caminho”.

Informações: Globo Esporte

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta