Cem mil cristãos pedem Europa mais solidária

Cem mil cristãos pedem Europa mais solidária
Cem mil cristãos pedem Europa mais solidária

Será um acontecimento “com dimensão política”, no sentido “nobre” da expressão: hoje, em mais de uma centena de cidades europeias, pelo menos Cem mil cristãos – católicos, anglicanos, ortodoxos, luteranos, membros de “igrejas livres” – reúnem-se para afirmar “dar visibilidade e voz ao povo cristão empenhado na construção de uma Europa mais solidária e com mais justiça social”.

Júlio Martin, 50 anos, da comissão nacional do Juntos Pela Europa, o nome da iniciativa, explica deste modo ao PÚBLICO a ideia da iniciativa que ligará, via satélite, a partir das 16h00 de Lisboa, as cidades envolvidas ao evento central, que decorre em Bruxelas. Na capital belga, estarão presentes, entre outros, Romano Prodi, ex-presidente da Comissão Europeia, e Andrea Riccardi, fundador da Comunidade de Santo Egídio e actual ministro italiano para a Cooperação internacional e a Integração.

O actual presidente da Comissão, Durão Barroso, enviou também uma mensagem que será lida a partir de Bruxelas. Nela, Durão recorda os tempos de “grandes desafios” que se vivem ao nível político, económico e social no continente. Para dizer, depois, que a Europa precisa de pessoas que defendam a paz social, que se empenhem em favor dos pobres e que criem “um sentido de solidariedade e assumam responsabilidades em favor da sociedade”.

A iniciativa do Juntos pela Europa envolve 250 movimentos cristãos de diferentes igrejas e nasce da base, não das hierarquias. “São movimentos de toda a Europa, não apenas da União Europeia, para afirmar que o continente assenta também em valores cristãos, tal como afirmaram os pais fundadores da UE”, diz Júlio Martin.

Comentando a coincidência de a iniciativa decorrer no mesmo dia das manifestações dos “indignados”, Júlio Martin diz que todas estas iniciativas são um sintoma de que os cidadãos “querem ser protagonistas das grandes transformações e que não podem ser uns poucos a decidir por muitos”.

Em Portugal, há iniciativas previstas em cinco cidades: Lisboa, Porto, Coimbra, Faro e Funchal. Em Lisboa, o programa prevê uma gincana sobre sete valores propostos para o debate – que começou às 9h00, no Terreiro do Paço. Às 14h30, o auditório da Igreja do Coração de Jesus, no Marquês de Pombal, é o local que acolherá os participantes para a ligação a Bruxelas.

Informações: PÚBLICO Comunicação Social SA

COMPARTILHAR